‘Abba-tars’: como será o show virtual que marcará retorno do grupo aos palcos após 40 anos


O grupo pop sueco se reúne para gravar um álbum de 10 novas canções e um show virtual, após quatro décadas de separação. Björn Ulvaeus, Anni-Frid Lyngstad, Agnetha Fältskog e Benny Andersson, do Abba, se reúnem para show digital e novo disco
Divulgação
Depois de quase quatro décadas de intervalo, o Abba surpreendeu seus fãs ao anunciar seu retorno. A lendária banda pop sueca anunciou um novo álbum e um show virtual.
O show virtual Abba Voyage (“A Viagem do Abba”) será lançado em novembro, antes de uma série de shows “revolucionários” nos quais avatares virtuais aparecerão cantando sucessos como “Mamma Mia” e “Waterloo”.
Membros do quarteto, que se separou em 1982, disseram que se juntaram para gravar algumas músicas, mas acabaram criando um álbum de 10 músicas e planejando um show.
“No início, eram apenas duas músicas e então dissemos: ‘Bem, talvez devêssemos fazer mais algumas'”, disse Benny Andersson em uma coletiva de imprensa transmitida globalmente na quinta-feira (2).
Uma delas, “I Still Have Faith In You” (“Eu ainda tenho fé em você”), é uma balada de piano que retrata o vínculo que os quatro membros da banda compartilham.
“Quando Benny tocou a música, eu sabia que tinha que ser sobre nós”, disse Bjorn Ulvaeus, explicando a criação da música-tema.
“É sobre perceber que é incrível estar onde estamos. Ninguém poderia imaginar isso, lançar um álbum depois de 40 anos e ainda sermos melhores amigos. Ainda curtindo a companhia um do outro e tendo total lealdade”, acrescentou.
Um encontro inesperado
O reencontro da banda, por muitos anos, parecia improvável.
De acordo com algumas reportagens, o Abba recusou US$ 1 bilhão para fazer uma turnê em 2000.
Em entrevista à BBC em 2013, Agnetha disse que preferia deixar o Abba no passado. “Foi há muito tempo, estamos envelhecendo e temos vidas diferentes”, disse.
Em um comunicado que acompanhou o anúncio de quinta-feira, a cantora disse que “não tinha ideia do que esperar” quando eles finalmente se encontraram novamente em 2018.
“Mas o estúdio de gravação de Benny é um ambiente tão amigável e seguro, e antes que eu percebesse, eu estava me divertindo! Não posso acreditar que finalmente chegou a hora de compartilhar isso com o mundo!”
As novas músicas da banda serão tocadas durante o show virtual, também intitulado Abba Voyage, no ano que vem em um estádio construído especialmente para este fim em East London.
Os chamados “Abba-tars” foram projetados pela Industrial Light and Magic, empresa de efeitos visuais fundada pelo cineasta George Lucas.
Mais de 850 pessoas trabalharam na recriação do Abba “no auge” usando a tecnologia de captura de movimento para escanear “todos os gestos e movimentos” dos músicos, agora com 70 anos, enquanto se apresentavam.
“Agnetha, Frida, Benny e Bjorn subiram ao palco diante de 160 câmeras e quase o mesmo número de gênios dos efeitos visuais, e tocaram todas as músicas do show perfeitamente durante cinco semanas”, disse o produtor Ludvig Andersson.
“Então, quando você assiste a esse programa, não são quatro pessoas fingindo ser o Abba, são eles de verdade.”