Youtuber testa o novo smartphone do Google e destrói o aparelho

O canal no YouTube JerryRigEverything é especialista
em testar os limites dos smartphones recém-chegados ao mercado. O iPhone 11 e o
Galaxy Fold, modelo dobrável da Samsung, já passaram pelas provas rigorosas. A vítima desta vez foi o novo 4 Pixel XL, do Google

*Estagiária
do R7, sob supervisão de Pablo Marques

Antes de
iniciar o teste de durabilidade, o youtuber comparou as câmeras do
celular do Google com a do iPhone 11, da Apple. Os dois modelos têm três
câmeras traseiras. Pela avaliação de Jerry no vídeo, o Google não fez uma cópia bem-feita do seu
concorrente

Como de
costume, os testes começam com a resistência da tela a arranhões. O youtuber
estabelece uma escala de 1 a 10 e com uma ferramenta pontiaguda faz riscos por toda a tela de 6,3 polegadas

O celular
apresentou danos maiores na escala entre 6 e 7, onde os riscos foram mais profundos
na tela

O próximo
item do 4 Pixel XL a ser testado foi a câmera de selfie de 8 megapixels. O youtuber
utiliza um estilete para provocar arranhões na câmera e mesmo assim, o
desbloqueio facial continuou funcionando  

Depois de
testar a resistência da câmera frontal, o youtuber verificou a durabilidade da
tinta utilizada no corpo do smartphone do Google. A tinta não é anodizada, que garante mais resistência, e um estilete conseguiu retirar a camada de cor com facilidade

Jerry
raspou o estilete diversas vezes até o metal recoberto com a tinta aparecer. O 4 Pixel XL vai perdendo a sua cor nas bordas e até a camada frontal de
plástico é retirado sem esforço 

Agora é a
vez das três câmeras. Com um objeto pontiagudo, o youtuber tenta riscar as lentes, que até apresentam uma certa resistência, mas são danificadas

No teste com
a chama de um isqueiro diretamente na tela, o aparelho resistiu por 40 segundos sem nenhum dano notável

Um teste clássico do canal é o de força. O youtuber tenta dobrar o smartphone ao meio com as próprias mãos. Conforme a força vai sendo aumentada, a tinta do 4 Pixel XL vai esfarelando 

É possível
notar que o celular não resistiu tão bem e apresentou rachaduras próximas da estrutura que protege as lentes do smartphone

O youtuber
realiza mais uma vez o teste de força e o smartphone e, desta vez, o aparelho cede e é completamente destruído