Yasmin Brunet afirma que perdeu R$ 7,9 mil em ‘golpe do delivery’; saiba como se proteger


Modelo disse que desconfiou da situação, mas acabou digitando senha do cartão para suposto entregador. Procon orienta para sempre conferir o valor da compra e, de preferência, pagar somente no aplicativo. Yasmin Brunet afirma que caiu no “golpe do delivery”
Reprodução/Instagram
Yasmin Brunet disse nas redes sociais que foi vítima de um golpe depois de pedir comida por aplicativo de delivery. De acordo com a modelo, ela perdeu R$ 7,9 mil ao ser enganada por criminosos.
O serviço foi solicitado por meio do aplicativo Rappi, disse a modelo. O G1 entrou em contato com a empresa, mas ainda não recebeu nenhuma resposta sobre o caso até a última publicação desta reportagem.
Em seu relato postado no Instagram, Brunet diz que recebeu uma ligação dizendo que o motoboy que faria sua entrega havia sofrido um acidente. Uma mulher, que se apresentou como funcionária do restaurante, disse que enviaria um novo pedido depois que o original fosse cancelado.
“Deu 10 minutos, o cara chegou com a comida”, relembrou. Ela relata que o suposto entregador estacionou do outro lado da rua e não tirou o capacete.
A modelo disse que começou a achar estranho. “Ele me mostrou R$ 77 na tela do telefone dele, como se estivesse conectado na maquininha. Só que na tela da maquininha não aparecia nada, nenhum número”, disse.
Ela acabou passando o seu cartão, digitando a senha, e depois o homem disse que a transação não foi aceita e foi embora do local.
Ao falar com a operadora do cartão, Yasmin se deu conta do golpe. “Você acredita que o cara me roubou R$ 7,9 mil? O cara passou, eu fiquei em choque”, afirmou.
Em desabafo, a modelo disse para as pessoas tomarem cuidado. “O problema foi que eu coloquei a senha. Como foi uma compra que eu fiz, é diferente [para cancelar com a operadora do cartão]”.
Veja dicas do Procon-SP para se proteger:
Não utilizar máquina com o visor quebrado ou que não permita a leitura dos dados;
Conferir o valor da compra e, de preferência, pagar somente no aplicativo;
Não passar os seus dados por telefone;
Desconfiar caso o entregador informe que é necessário pagar algum valor extra;
Caso tenha alguma dúvida, deve entrar em contato com o local onde pediu a comida.
O Procon-SP disse que houve um aumento de 186% nas reclamações sobre golpes aplicados por entregadores de apps de comida, entre janeiro e maio de 2021, no estado de São Paulo.
No período, foram registrados 249 atendimentos contra as empresas de delivery, contra 87 no mesmo período do ano passado.
Saiba como se proteger de golpes no WhatsApp
Golpes no Whatsapp: saiba como se proteger
Celular é a nova carteira; cuide de seus dados
Celular é a nova carteira: saiba manter seu aparelho seguro e o que fazer em caso de roubo