Yara Flor, nova Mulher-Maravilha dos quadrinhos, é da Amazônia


Personagem faz parte de anúncio de próximo grande evento da DC, mas editora não confirma nacionalidade. Tribo de amazonas no Brasil foi apresentada em ‘Wonder Woman Annual #4’. Yara Flor aparece em divulgação de ‘Future State: Wonder Woman’
Divulgação
A editora de quadrinhos DC anunciou nesta quinta-feira (15) que vai apresentar uma nova Mulher-Maravilha, Yara Flor. A personagem, que ainda não apareceu nas histórias, é da Amazônia.
Apesar de sul-americana, a empresa não confirma se ela é brasileira.
Em uma publicação de agosto da Mulher-Maravilha original, “Wonder Woman Annual #4”, uma nova tribo de amazonas foi descoberta no Brasil.
Entenda:
“Enquanto isso, na floresta amazônica, Yara Flor é escolhida para ser a nova Mulher-Maravilha”, afirma a DC no anúncio;
O roteirista de “Wonder Woman Annual #4”, Steve Orlando, diz no Twitter que não é coincidência. “É como se uma terceira tribo de amazonas brasileiras foi apresentada na nossa ‘Wonder Woman annual’ por um motivo. E elas falam português”, escreveu.
No entanto, ele afirmou que não pode confirmar se Yara pertence à tribo ou se é, de fato, brasileira. “Não tenho o poder de dizer, já que não estou mais na publicação. Posso apenas constatar os fatos sobre os quadrinhos que escrevi que estão à venda. ‘WW Annual 4’ apresenta uma terceira tribo de amazonas do Brasil.”
Initial plugin text
‘Future State’
Yara vai fazer parte do próximo grande evento da editora nos quadrinhos. “Future State” começa em janeiro de 2021 nos gibis da DC e deve durar dois meses, misturando personagens clássicos e novos.
Com isso, a maior parte das séries regulares de HQs vai ser substituída por edições especiais focadas no evento. Entre elas está “Future State: Wonder Woman”, que deve ter Yara como protagonista.
Mesmo assim, a Mulher-Maravilha original, Diana Prince, continuará existindo em outras publicações.