Vulcão lança coluna de gases no Chile


Nuvem de fumaça irrompeu de cratera nos Nevados de Chillán após tremor. Nevados de Chillán, no Chile, lançam coluna de gases nesta quinta-feira (30)
Sernageomin/Reprodução/Twitter
Um vulcão no centro-sul do Chile lançou uma coluna de gases nesta quinta-feira (30), o que levou o governo chileno a manter um alerta laranja para as proximidades das montanhas conhecidas como Nevados de Chillán. Veja no GIF abaixo.
Initial plugin text
De acordo com o Serviço Nacional de Geologia e Mineração do Chile, o fenômeno levantou uma nuvem de gases com pequenas partículas a até 3,3 quilômetros de altura. Ao jornal “El Mercurio”, um diretor do órgão disse que a coluna de fumaça é a mais alta registrada durante todo o ciclo eruptivo das montanhas nos últimos quatro anos.
Ainda segundo as autoridades chilenas, houve um “tremor vulcânico” — fenômeno que ocorre devido ao movimento de fluidos em um sistema vulcânico como o dos Nevados de Chillán.
O Chile, inclusive, está na região chamada Círculo de Fogo do Pacífico — área do globo onde se encontram extremidades de uma das maiores placas tectônicas do planeta, e que, por isso, concentra a maioria dos terremotos e vulcões no mundo.
Nevados de Chillán
Vista do vulcão Nevados de Chillán, em Las Trancas, no Chile, em foto de 2018
Martin Bernetti/AFP
Rodeado de exuberantes florestas e rios cristalinos, os Nevados de Chillán — complexo vulcânico composto por 17 crateras — estão situados na região do Biobío (550 km ao sul de Santiago), na Cordilheira dos Andes. É um dos mais ativos vulcões do Chile, e por isso, foi monitorado constantemente durante os últimos anos.
Desde 2015, mantinha o nível de alerta amarelo, mas a partir de dezembro de 2017 algumas erupções menores de cinzas alertaram os especialistas sobre o aumento da atividade. Em abril de 2018, após um fenômeno parecido com o registrado nesta quinta, as autoridades chilenas emitiram o alerta laranja.