Volta às aulas: 2º semestre letivo começa na rede municipal de Joinville com 85% dos alunos presencial


‘Ele estar vindo para aula faz uma diferença enorme’, diz mãe de estudante. Turmas se revezam, metade presencialmente e metade permanece com aulas remotas, invertendo grupo a cada semana. Aluno fala sobre volta às aulas presenciais em modelo híbrido em SC
O segundo semestre do ano letivo de 2021 começou nesta terça-feira (3) em Joinville, no Norte catarinense, com cerca de 85% dos alunos da rede municipal presencialmente nas escolas, segundo a prefeitura. Os estudantes devem ir às unidades pelo menos uma vez por semana. Os alunos são divididos e as turmas se revezam, metade presencialmente e metade com aulas remotas, invertendo o grupo a cada semana.
Os alunos e pais que optaram por ir às escolas de forma presencial dizem que já notaram diferença nos estudos. Quem optar pela continuidade das atividades remota, também terá assistência. José Luiz Miranda é aluno do 9º ano e vê vantagens no modelo híbrido adotado neste segundo semestre letivo, de forma semelhante ao ocorreu no primeiro semestre – veja no vídeo acima.
“Ano passado a gente foi muito afetado pela pandemia. Vir a cada duas semanas para a escola é muito importante para desenvolver o nosso conhecimento que foi muito afetado no ano passado”, diz José Luiz Miranda.
O formato híbrido também é adotado pelas redes estadual e particular. São os pais que definem se os filhos retornam para as unidades ou permanecem de maneira integral no modelo remoto. Na rede estadual de Santa Catarina e nas redes municipais de Blumenau, Joinville, Florianópolis, Chapecó e Criciúma no segundo semestre começou na segunda-feira (2).
José frequenta presencialmente a escola de duas em duas semanas em Joinville (SC)
Lisandra Oliveira/NSC TV
IEE retoma aulas em formato híbrido no 2º semestre em Florianópolis
Volta às aulas em SC: Segundo semestre letivo começa nas escolas estaduais
A comerciante Valdevina Correa, mãe do aluno Lucas Correa de 9 anos avalia como positiva a ida presencial do filho para a escola.
Mãe fala sobre retorno presencial e segundo semestre letivo do filho em SC
“Em casa por mais que a gente se desdobre para passar a matéria da melhor forma possível, não é a mesma coisa do que estar na escola. Ele estar vindo para aula faz uma diferença enorme. Ele está voltando a ler livros novamente, o que em casa já não estava mais fazendo. É bem diferente”, disse.
A prefeitura destaca que nas escolas os alunos têm adaptações no horário de entrada, saída e recreio, distanciamento nas salas de aula e mudanças no uso de laboratórios e atividades de educação física. O uso de máscaras é obrigatório e a higienização das mãos é estimulada.
Para os alunos que ficam em casa, há tablets para fazer as atividades, um sistema para tirar dúvidas com os professores e também o auxílio para refeições em casa, a partir de alimentos que seriam utilizados na merenda escolar e são direcionados às famílias.
Mãe vê benefícios no retorno presencial do filho para a escola em Joinville (SC)
Lisandra Oliveira/NSC TV
“Trabalhamos para um planejamento de retomada total segura e eficaz para toda a comunidade escolar assim que as autoridades sanitárias entenderem ser o momento para tal”, afirma o secretário de Educação, Diego Calegari.
Segundo a Secretaria de Educação de Joinville, a cidade foi a primeira do país entre os municípios com mais de 500 mil habitantes a ter aulas presenciais em todos os níveis de ensino. Modelo foi implantado em fevereiro.
Vacinação
De acordo com o administração municipal, a vacinação contra a Covid-19 dos professores deve ser finalizada até o fim de setembro, com todo o grupo imunizado com as duas doses. Até a última atualização divulgada, cerca de 11 mil profissionais já haviam tomado a primeira dose.
Entre janeiro e o início de julho, as contas da Secretaria de Educação apontam que 411 professores e auxiliares tiveram confirmação de Covid-19. No dia 9 de julho, na atualização mais recente, eram 10 casos confirmados.
VÍDEOS: mais assistidos do G1 SC nos últimos 7 dias
Veja mais notícias do estado no G1 SC