Virada do ano deverá ter chuvas no Sul e Sudeste, e Sol no Nordeste


Previsão do tempo aponta chegada de uma frente fria no Sul, que aumentará a nebulosidade na região. Em 2019, fogos marcaram a chegada do Ano Novo em Copacabana, no Rio de Janeiro.
AP /Leo Correa
O fim do ano de 2020 deverá ter muitas chuvas no Sul e Sudeste, e Sol e tempo firme em grande parte do Nordeste. No Norte e Centro-Oeste, há previsão de chuvas pontuais.
Confira a previsão do Climatempo, por região:
Sul
Uma frente fria avança pelo Sul do país deixando o tempo instável, com bastante nebulosidade e chuva a qualquer hora do dia.
Na quinta-feira (31), a frente fria estará sobre o Paraná, com possibilidade de chuva a qualquer hora do dia no centro-norte do RS, Sul e Oeste de SC e em todo o oeste paranaense. Nestas áreas haverá muitas nuvens no céu, e poucos períodos de Sol.
Há risco de chuva forte na Região Serrana do RS e de SC, e em Campo Mourão (PR).
Na região do Vale do Itajaí (SC), há previsão de chuva forte, mas com períodos maiores de Sol. A mesma previsão vale para todo o leste do PR.
O último dia do ano só não deve ter chuva no Centro-Sul gaúcho, nas cidades de Uruguaiana, Bagé, Santa Maria e Rio Grande.
Na sexta (1°), a frente fria já terá passado pela região Sul, avançando para o alto mar. Isso vai favorecer a formação de nuvens no leste do PR e SC. Nestas áreas, os primeiros dias do ano deverão amanhecer com muitas nuvens e chuvas.
A região serrana terá uma trégua das chuvas volumosas, mas ainda enfrentará nebulosidade e poucos períodos de Sol.
No Norte do Paraná haverá pancadas de chuvas no dia 1º. Nas demais áreas, a previsão é de Sol e tempo firme.
Sudeste
O último dia do ano será de tempo firme, sem chuva, com bastante Sol e calor no Norte de Minas, na região do Vale do Jequitinhonha e Vale do Rio Doce. O mesmo deve se repetir no Centro-Norte do ES, incluindo a capital, Vitória.
Nas demais áreas de Minas, RJ e SP, há possibilidade de pancadas de chuvas com raios no último dia do ano.
As capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte pode ter chance de temporais.
Na sexta (1°), o primeiro dia do ano deve começar com bastante chuva em SP, Rio e Sul de Minas.
Uma frente fria estará sobre o oceano e deverá favorecer o aumento da umidade, com ventos que levarão mais nebulosidade para o continente. A previsão é de muitas nuvens em toda faixa leste de SP, Sul de Minas, Sul do RJ e na capital fluminense.
No leste paulista, incluindo a capital de SP e região metropolitana, Campinas, Sul de Minas, Zona da Mata mineira na divisa com a Serra da Mantiqueira, e Paraty deverão ter alerta para chuvas e ventos fortes, com possibilidade de temporais.
Nordeste
De uma forma geral, a virada do ano no Nordeste deverá ser de muito sol e calor entre os dias 31 e 1º.
A exceção é para São Luís (MA) e Fortaleza (CE), que podem ter chuva forte na quinta (31). Na capital do CE, a chuva já enfraquece na sexta (1°).
No sábado (2), há possibilidade de chuvas passageiras entre o litoral Sul da Bahia e o Rio Grande do Norte.
No domingo (3), essa chuva passageira deve aparecer no RN, PB, leste de PE e AL, incluindo as capitais, Recife e Maceió.
Centro-Oeste
A quinta-feira (31) deverá ter muita instabilidade sobre o Mato Grosso do Sul, com alerta de chuvas fortes no Sul e Centro-Oeste do estado, incluindo a capital Campo Grande e cidades que fazem divisa com Paraná e São Paulo.
Em Goiás e Mato Grosso, o último dia do ano será de muito sol, mas as altas temperaturas combinadas com a umidade aumenta as chances de pancadas isoladas de chuvas acompanhadas de raios.
Na sexta (1º), a instabilidade do dia anterior diminui, com nuvens menos frequentes. Mas ainda há chances de pancadas de chuvas isoladas com raios em todas as capitais: Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Goiânia (GO) e Brasília (DF).
Norte
A região Norte terá predomínio de calor e umidade na quinta (31) e na sexta (1º). Esta condição meteorológica levará à formação de nuvens que poderão provocar pancadas de chuvas isoladas, com raios, principalmente em Manaus (AM) e Boa Vista (RR).
Na quinta, pode chover forte no AC, incluindo a capital Rio Branco, e também em Porto Velho (RO), Macapá (AP) e Belém (PA).
Na sexta, a chuva forte deve permanecer durante o dia na região oeste do AC, atingindo a cidade de Cruzeiro do Sul.
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias