Vendas de supermercados caem 2,42% em abril

Segundo a Abras, ‘efeito calendário’ explica queda nas vendas. Frente a abril de 2018, houve alta de 8,05%. As vendas nos supermercados brasileiros caíram 2,42% em abril, na comparação com o mês anterior, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (31) pela Abras, a associação do setor. Frente ao mesmo mês de 2018, no entanto, as vendas cresceram 8,05%. Segundo a Abras, a queda mensal foi influenciada pelo chamado ‘efeito calendário’.
“Em março, tivemos um final de semana a mais que em abril. Pode parecer pouco, mas as vendas dos supermercados apresentam grande concentração nesses dias. No acumulado, após o efeito calendário da Páscoa, o fechamento do quadrimestre apresentou resultado positivo, voltando ao patamar do primeiro bimestre de 2019, acima dos 2,00%”, aponta em nota o presidente da entidade, João Sanzovo Neto.
A Abras apontou ainda que a cesta de compras de itens básicos avaliada pela entidade teve alta de 0,61% no mês passado, passando de R$ 482,07 para R$ 485,03. Em 12 meses, a alta acumulada já chega a 10,10%.
As maiores quedas de preço no mês de abril foram registradas nos produtos feijão, farinha de mandioca, açúcar e desinfetante. Já as principais altas foram nos itens tomate, cebola, ovo e batata.