Veja as 10 motos mais caras do Brasil; Ducati de R$ 700 mil lidera


BMW, Harley-Davidson, Honda e Kawasaki também têm motos acima de R$ 100 mil no Brasil. Motos mais caras do Brasil
Divulgação
Com o lançamento da inédita Ducati Superleggera V4, a lista das 10 motos mais caras do Brasil tem uma nova líder. O modelo custa R$ 700 mil e deixou as concorrentes de BMW, Harley-Davidson, Honda e Kawasaki para trás.
Motos 2020: veja 35 lançamentos esperados para o Brasil no ano
Top 10 das motos mais luxuosas do Brasil
1. Ducati Superleggera V4 – R$ 700 mil
Ducati Superleggera V4
Divulgação
Como aconteceu com a antiga 1299 Panigale, a variante Superleggera sempre é aguardada para a esportiva máxima da fabricante italiana de luxo. O modelo é o mais parecido com uma moto de competição que se pode ter para as ruas. Na V4 Superleggera, isso é levado ao máximo com até 234 cavalos de potência e diversos elementos de fibra de carbono.
2. BMW HP4 Race – R$ 495.000
BMW HP4 Race custará R$ 490 mil no Brasil
Rafael Miotto/G1
Lançada no Salão Duas Rodas 2017, a BMW HP4 perdeu o posto de moto mais cara do Brasil para a Superleggera, mas se mantém como uma das mais exclusivas. Utilizando como base a antiga geração da S 1000 RR, essa esportiva tem chassi de fibra de carbono que pesa apenas 7,8 kg, para um peso total de 171 kg. Seu motor de 4 cilindros e 999 cc rende 215 cavalos de potência.
3. Ducati Panigale V4 R – R$ 250.000
Ducati Panigale V4R
Ducati/Divulgação
A Panigale V4 R é o mais próximo que se pode chegar da V4 Superleggera. Ela também pode chegar a 234 cavalos de potência com o “kit pista”, mas não traz tantos elementos de carbono. Mesmo assim, ainda é uma moto “fora de série”, com seu motor de 4 cilindros e 998 cc de cilindrada. Ela é a moto usada de base para o Mundial de Superbike.
4. Harley-Davidson CVO Limited – R$ 177.300
Harley-Davidson CVO Limited
Guilherme Veloso/Harley-Davidson do Brasil
Parte da linha CVO da Harley-Davidson, que são motos como que “customizadas de fábrica, a CVO Limited é o de mais luxuoso que se pode encontrar nos produtos da marca norte-americana. A moto utiliza o motor Milwaukee-Eight, que é capaz de gerar 16,9 kgfm de torque, tem pintura especial e conta com controle de tração e freios combinados. O pacote é completo por central multimídia sensível ao toque.
5. Honda Gold Wing Tour – R$ 162.812
Honda GL 1800 Gold Wing
Marcelo Brandt/G1
Esta nova geração da Gold Wing, de 2018, traz as mais profundas mudanças na moto desde o lançamento do modelo antigo, que era de 2001 e teve atualização em 2010. O motor é boxer de 6 cilindros e 1.832 cc de cilindrada, que chega a 126 cavalos de potência e 17,34 kgfm de torque. A versão topo de linha Tour conta com câmbio de dupla embreagem de 7 marchas. Feita para longas viagens, a moto tem central multimídia de 7 polegadas.
6. Harley-Davidson CVO Street Glide – R$ 159.800
Harley-Davidson CVO Street Glide
Divulgação
Como acontece com as estradeiras de BMW e Honda, além da versão mais tradicional, essas motos contam com uma opção mais ágil e leve. É isso o que acontece com a CVO Street Glide em relação à CVO Limited. O modelo mantém a mesma base mecânica, mas suas carenagens são menores e mais fluídas.
7. BMW K 1600 B – R$ 150.000
BMW K 1600 B
Marcelo Brandt/G1
Derivada da linha K 1600, a moto é a mais estilosa dentre as estradeiras da BMW. Seu motor é o 6 cilindros em linha de 1.649 cc, que é capaz de render 160 cavalos de potência, trabalhando em conjunto com câmbio de 6 marchas. Sua transmissão secundária é feita por eixo cardã.
8. BMW K 1600 GTL – R$ 144.000
BMW K 1600 GTL
BMW/Divulgação
A K 1600 GTL é mais tradicional em comparação à K 1600 B. Ela é um concorrente da Honda Gold Wing Tour e da Harley-Davidson CVO Limited. O motor é o mesmo de sua irmã, mas os diferenciais estão na melhor proteção aerodinâmica, além de assento mais espaçoso.
9. Honda Gold Wing – R$ 142.012
Honda Gold Wing 2019
Honda/Divulgação
A opção de entrada da Gold Wing segue com os mesmo requisitos mecânicos e tecnológicos de sua irmã, mas o modelo é mais esportivo. Com carenagens menores, mas ainda boa proteção aerodinâmica, o modelo conta com câmbio de dupla embreagem e 6 marchas.
10. Kawasaki Ninja H2 SX SE+ – R$ 139.990
Kawasaki Ninja H2 SE+
Divulgação
Única moto com propulsor “turbinado” com compressor da lista, a Ninja H2 SX SE+ tem motor de 4 cilindros e 998 cc. Ele é capaz de gerar 210 cavalos de potência e 14 kgfm de torque. Com uma pegada sport-touring, para uso em estradas, a moto tem um aparato aerodinâmico bem avançado.
Reveja como foi o Salão Duas Rodas 2019
Reveja o programa do G1 sobre o Salão Duas Rodas 2019
G1 avalia a nova Honda CB 650R
Honda CB 650R: como é andar na moto que foi lançada no Salão Duas Rodas
Initial plugin text