‘Valheim’: Criadores do game de sobrevivência viking dão dicas para iniciantes


Jogo vendeu mais de 6 milhões de unidades desde lançamento. Desenvolvedores e G1 dão conselhos para quem está começando. “Valheim” se tornou um game de sucesso ao simplificar um gênero muito popular entre jogadores de computador, o de sobrevivência.
Como game de vikings desenvolvido por 5 pessoas se tornou o mais vendido do mundo
ENTREVISTA: Desenvolvedores falam sobre criação do game e surpresa com sucesso
Além disso, em época de quarentena, oferece um mundo aberto a ser explorado com amigos, que podem construir juntos suas fortificações ou enfrentar monstros da mitologia viking.
Mesmo acompanhado em um sistema de jogo menos complexo, o gênero pode ser desafiador para quem não está acostumado.
Como o próprio “Valheim” opta por muita liberdade e dá poucas instruções para os novatos, o G1 conversou com desenvolvedores da equipe, Henrik Törnqvist e Sebastian Badylak, para pegar algumas dicas para iniciantes. Veja abaixo:
Construa a enxada
“Minha dica número 1, a dica de profissional que eu sempre falo para as pessoas, é que você deve tentar construir a ferramenta chamada enxada o mais rápido o possível”, diz Törnqvist.
“Ela te ajuda a achatar o solo, o que torna construir coisas muito mais agradável, ao invés de trabalhar em um terreno irregular. Você precisa de uma mesa de trabalho e um pouco de pedra e de madeira, então é muito básica.”
Assista ao trailer de ‘Valheim’
Cuidado com a fumaça
Não se deixe enganar pelos gráficos simplificados de “Valheim”. Ele parece ultrapassado, mas tem algumas simulações físicas muito bem pensadas.
Uma das primeiras coisas a fazer depois de construir sua casa é acender uma fogueira, mas muita gente se esquece de que não é apenas calor que ela produz.
“Os jogadores devem tomar cuidado com a fumaça. Construam uma chaminé”, afirma o sueco, rindo. “Para que você não asfixie na sua casa. Isso é muito comum para novos jogadores.”
Existem muitas formas de fazer uma saída para a fumaça. Uma das mais simples é colocar uma telhado invertido logo em cima, deixando assim um buraco entre a parte elevada e a parede.
A noite é um perigo
“Eu recomendo que as pessoas fiquem em casa durante a noite. É fácil de esquecer que muitas das coisas ruins costumam acontecer de noite”, lembra Badylak.
“Você pode ser surpreendido pelo anoitecer. E de repente está cercado por um monte de greylings e grey dwarves. Estive nessas muitas vezes.”
Além disso, a noite em Valheim tem a frieza esperada de uma região nórdica – e o frio prejudica bastante a recuperação de vida e de energia no jogo.
Use o jogo a seu favor
Törnqvist lembra que a física avançada do game também pode servir de atalho para os jogadores, que devem inclusive se aproveitar de inimigos para fazerem o trabalho pesado.
“Outra dica é tentar cortar árvores em encostas, porque daí elas vão causar dano em outras árvores ao cair. Se você tiver sorte, pode conseguir um belo efeito dominó”, aconselha o sueco.
“Você também pode conseguir, ao encontrar um troll, atraí-lo para a área das árvores e ele vai derrubá-las para você.”
Só cuidado para não se distrair e ficar na mira do tacape da criatura gigante. Isso pode ser mortal.
Espalhe bases pelo mundo
Além da sobrevivência, outro aspecto fundamental em “Valheim” é a exploração – como se poderia esperar dos famosos vikings.
Com isso, a dupla afirma que o jogo que mesmo é que os jogadores construam diversas bases pelo mundo, ao invés de concentrar tudo em um grande quartel general.
“Você pode sempre jogar como quiser, mas a ideia sempre foi que os jogadores devem construir muitas casas ao redor do mundo. Por exemplo, você não pode teletransportar metais pelos portais. Nós decidimos essa restrição porque queríamos mesmo que as pessoas construíssem mais de uma base. É assim que deve ser jogado.”
Em ‘Valheim’, jogadores têm diferentes opções para construir diferentes tipos de moradias
Divulgação
Dicas do G1
Três comidas
Não é obrigatório estar sempre alimentado no jogo, porém matar a fome aumenta a vida e a energia totais do guerreiro, além de sua recuperação. Para tirar proveito máximo disso, coma três tipos diferentes de comida, porque os bônus se acumulam.
Domestique javalis
Como a alimentação é parte importante do jogo, assim que construir sua primeira casa mais duradoura o jogador pode considerar domesticar javalis.
No começo, os animais são agressivos e atacam os guerreiros, mas isso pode ser usado para atraí-los a um cercado e prendê-los lá.
Como não há portões simples, o ideal é deixar apenas uma parte pequena aberta e construir uma cerca final quando eles entrarem na área.
No início eles continuarão atacando, mas depois de alguns dias do jogo eles ficam dóceis e domesticados. Mantenha ao menos dois sempre vivos para eles se reproduzirem.
Eles se alimentam de frutas e cogumelos vermelhos. É só jogar para eles direto do seu inventário.
‘Valheim’ tem mundos habitados por trolls e outras criaturas
Divulgação
Use o mapa
Com mundos gerados de forma randômica, não adianta buscar localizações na internet. “Valheim” obriga o jogador a explorar na raça mesmo.
Como recolher recursos como madeira, comida e metais é algo imprescindível, é importante marcar no mapa do jogo possíveis pontos de interesse – assim como zonas perigosas, calabouços ou trolls.
Construa um fosso
O jogo oferece a opção de construir muros resistentes para proteger sua base de ataques de inimigos – algo importante depois de um tempo, já que eventos especiais lançam criaturas em ataques à casa do jogador.
Porém melhor ainda – e até mais eficiente – do que gastar madeira preciosa com um muro que bloqueia a visão é construir um fosso ao redor do local.
Isso mesmo, um fosso. Com a picareta, que é usada principalmente para escavar metais, é possível fazer buracos profundos o suficiente para que a maior parte das criaturas não consiga sair depois de cair, mas nada que seja um desafio muito grande para os belos saltos do jogador.
‘Valheim’
Divulgação