Unicamp fecha inscrições para 88 vagas no vestibular indígena neste domingo; veja como participar


Candidaturas são gratuitas e provas estão previstas para 11 de abril. Estudante deve comprovar que pertence a uma das etnias indígenas do território brasileiro, diz comissão organizadora. Candidatos durante vestibular indígena 2020 da Unicamp
Antoninho Perri
A Unicamp encerra neste domingo (31) o período de inscrições para a terceira edição do vestibular indígena, que tem provas previstas para 11 de abril. Segundo a comissão organizadora (Comvest), as candidaturas são gratuitas, devem ser feitas por site institucional, e há 88 vagas em diversas áreas.
O ingresso dos novos estudantes será em agosto. Nas duas edições anteriores, as provas do vestibular indígena foram no mês de dezembro, mas esta edição foi adiada em virtude da pandemia.
O programa de estudos para a prova consta em edital, onde também há informações sobre as oportunidades. Os candidatos ao curso de licenciatura em música precisam realizar, além da redação e questões (veja abaixo), prova de habilidades específicas em música, com envio eletrônico de vídeos.
As avaliações do vestibular serão em seis cidades, as mesmas da edição anterior: Bauru (SP), Campinas (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM).
Conteúdos
De acordo com a Comvest, a prova será em língua portuguesa e formada por uma redação, além de 50 questões de múltipla escolha distribuídas da seguinte maneira:
Linguagens e códigos: 14
Ciências da Natureza: 12
Matemática: 12
Ciências Humanas: 12
Novo acolhimento
Em meio às dificuldades decorrentes da crise sanitária registrada desde março de 2020, a Unicamp planeja realizar um novo acolhimento aos indígenas ingressantes, por meio de um acompanhamento para que os novos estudantes se identifiquem com os cursos e a universidade estadual.
Além disso, estão programada mudanças nos conteúdos oferecidos aos ingressantes. A previsão é de que disciplinas criadas na Faculdade de Educação e no Instituto de Estudos da Linguagem, entre outras áreas, sejam aplicadas para abordar leitura e produção de textos acadêmicos, introdução a conceitos matemáticos e reflexões sobre complexidade nas relações interculturais.
Detalhes, contudo, serão definidos após a definição da nova reitoria da universidade.
Histórico
Na primeira edição do vestibular indígena, a Unicamp ofereceu 72 vagas, recebeu 611 inscrições e concluiu o processo com 64 matriculados. Já na segunda, a universidade estadual disponibilizou 96 vagas, registrou 1.675 inscritos e o total de estudantes matriculados aumentou para 85.
Cronograma
Prova: 11/04/2021
Resultado: 10/05/2021
Matrícula: 02/08/2021
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.