Unicamp 2022: com destaque para matemática, cursinho elege as 10 questões mais difíceis da 1ª fase


Exame foi aplicado no domingo para 58,4 mil candidatos e reuniu 72 questões de múltipla escolha. Veja o gabarito extraoficial com correção comentada. Estudantes durante a prova da primeira fase do vestibular 2022 da Unicamp em Campinas
Julio Cesar Costa / g1
Três questões da prova de matemática estão entre as dez mais difíceis da primeira fase do vestibular 2022 da Unicamp, segundo a avaliação feita a pedido do g1 pelo cursinho Oficina do Estudante. A prova com 72 questões foi aplicada no domingo (7) e reuniu 58.425 candidatos inscritos.
Além das três questões de matemática, a instituição de ensino indicou duas perguntas da prova de português, e outras cinco de disciplinas diferentes: química, biologia, história, geografia e física.
Confira o gabarito extraoficial com correção comentada
Saiba como foi a cobertura em tempo real da prova
Abstenção foi a menor em oito anos; veja números
A Unicamp informou que divulgará na quarta-feira (10) o gabarito oficial da 1ª fase. Já a lista de aprovados para a segunda fase será divulgada em 13 de dezembro. Veja abaixo calendário.
As 10 mais difíceis
A seleção das questões foi feita com base na análise de professores de todas as disciplinas. O coordenador do cursinho e docente de física, Anderson Bigon Antunes Rodrigues, compilou a avaliação.
Rodrigues afirma que, de modo geral, a prova de matemática foi a que mais exigiu dos estudantes e que abriu a maior possibilidade de erro. Em seguida, a de português.
“Existem graus de dificuldade. A matemática foi a prova mais difícil, por exemplo. Isso dá para colocar. Agora, elencamos as 10 mais difíceis da prova, destacando que não aparece nenhuma questão de inglês e só uma de física”, explicou o coordenador.
O número das questões segue as provas Q e X e as alternativas corretas foram extraídas do gabarito extraoficial da Oficina do Estudante. Para acessar a correção comentada de cada uma, clique aqui.
Questão 21 – resposta D
Questão 21 foi incluída entre as mais difíceis da primeira fase da Unicamp 2022
Reprodução/Comvest
Segundo o coordenador, a prova de matemática exigiu do candidato conhecimento teórico, muita atenção aos enunciados e a seleção de informações. No caso da questão 21, sobre probabilidade, Rodrigues comentou que, apesar de ter uma solução rápida, a expressão “pelo menos” exigiu do candidato maior atenção na interpretação do enunciado, “o que sempre passa batido por alguns e ocasiona a dificuldade na resolução e até a escolha de uma alternativa incorreta”.
Questão 22 – resposta B
Oficina do Estudante incluiu a questão 22 entre as mais difíceis da primeira fase da Unicamp 2022
Reprodução/Comvest
A questão abordou função de 2º grau e, segundo Rodrigues, exigiu detalhes importantes sobre a análise do discriminante (∆) para satisfazer as condições do enunciado, além da resolução de equações.
Questão 24 – resposta C
Questão 24 das provas Q e X da primeira fase do vestibular 2022 da Unicamp
Reprodução/Oficina do Estudante
“As alternativas já devem ter dado um certo incômodo aos alunos e o fato de ser uma questão de trigonometria e serem fornecidas as fórmulas de arco duplo, o candidato conseguiria resolver a questão com a análise da figura da e com apenas uma das fórmulas, sem a necessidade da outra”, pontuou o coordenador.
Questão 4 – resposta C
Questão 4 da prova da primeira fase da Unicamp 2022 está entre as mais difíceis, indica cursinho
Reprodução/Oficina
Segundo a avalição dos professores do cursinho, a prova de português tratou principalmente da análise de algumas das obras indicadas para o candidato estudar. No caso da 4, o autor abordado foi Luís de Camões, com a obra 20 Sonetos
“Segundo nossos professores, [a questão] dava margem para interpretação de duas alternativas como corretas, C ou D, o que deve ter gerado dúvidas para os candidatos”, afirmou o coordenador.
Questão 5 – resposta C
Questão 5, de português, está entre as mais difíceis da primeira fase do vestibular 2022 da Unicamp
Reprodução/Comvest
A questão 5, que trata da obra “Bons dias”, de Machado de Assis, é outra que pode gerar dúvida nos estudantes. “Tanto a alternativa C quanto a D têm partes compatíveis com o excerto dado, o que novamente deve ter gerado dificuldade ao candidato”, disse o coordenador.
Questão 72 – resposta A
Questão 72 da primeira fase da Unicamp 2022 ficou entre as mais difíceis, segundo avaliação de cursinho
Reprodução/Comvest
“A prova de biologia exigiu do candidato conhecimentos específicos de diversas áreas e ainda assuntos atuais, como a Covid-19”, pontuou Rodrigues.
O professor pondera que, apesar de termômetro infravermelho ser um tema atual por conta da pandemia, “não era esperada uma questão que tratasse de algo tão específico como a glândula pineal, o que exige um estudo bem detalhado sobre o sistema endócrino”.
Questão 59 – resposta B
Questão 59, de física, foi selecionada como uma das mais difíceis da primeira fase da Unicamp 2022
Reprodução/Comvest
“A prova de física, apesar de ter sido considerada por nós uma boa prova, sentimos falta de alguns assuntos corriqueiros como eletricidade, por exemplo”, comentou o professor de física. Segundo ele, a questão 59 exigiu do aluno conhecimento de equações do movimento circular uniforme.
Questão 42 – resposta C
Questão 42, de geografia, foi eleita uma das 10 mais complexas da primeira fase da Unicamp 2022
Reprodução/Comvest
Segundo o coordenador do cursinho, as questões de geografia cobraram conteúdos de diversas áreas e interpretação de textos, gráficos ou mapas.
“Na questão 42, que exige além de conteúdo específico, a interpretação da área de um mapa, a alternativa correta é C, pois é a que melhor representa as características do bioma descrito. Porém, a questão apresenta imprecisões ou equívocos nas demais alternativas, o que poderia gerar dúvidas nos candidatos”.
Questão 50 – resposta A
Oficina do Estudante definiu a questão 50 como uma das 10 mais difíceis na Unicamp 2022
Reprodução/Comvest
Os professores de história do cursinho incluíram dentre as mais difíceis da primeira fase, a que tratou do terraplanismo. O coordenador explicou que a Comvest exigiu, com o enunciado e as opções, mais tempo e atenção dos estudantes.
“O candidato teve de ter uma análise bem crítica de cada alternativa à luz do texto, ou seja, provavelmente o tempo gasto, devido à atenção necessária para resolver a questão, foi mais do que o padrão para uma questão de múltipla escolha”.
Questão 40 – resposta B
Questão de número 40 também ficou entre as mais complexas da primeira fase da Unicamp, segundo cursinho
Reprodução/Oficina do Estudante
De acordo com o cursinho, a prova de química cobrou conteúdos específicos e o entendimento de gráficos e esquemas. “Sobre a questão 40, apesar de não exigir um conteúdo específico do candidato, a interpretação do enunciado e a relação de informações dos gráficos 1 e 2, demandou muita atenção e análise crítica do aluno”, comentou o coordenador da instituição.
Conteúdo do exame
Nesta edição, o tempo para realizar a prova subiu de quatro para cinco horas. A composição teve o seguinte número de questões por matéria, cada uma delas com quatro alternativas:
12 de língua portuguesa e literatura;
12 de matemática;
8 de cada disciplina: biologia, física, geografia/sociologia, história/filosofia, inglês e química.
Dez cursos mais concorridos
medicina
arquitetura e urbanismo
ciência da computação
ciências biológicas
engenharia da computação
comunicação social – midialogia
farmácia
enfermagem
ciências econômicas
história
Calendário do vestibular
18/11: divulgação dos aprovados na prova de habilidades específicas em cursos de música;
13/12: publicação da lista de aprovados na 1ª fase, locais de prova da 2ª fase e notas de corte;
09 e 10/01/2022: aplicação de provas da 2ª fase;
13 a 15/01: provas de habilidades específicas para arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais e dança;
14/02: divulgação da primeira chamada de aprovados no vestibular;
15 a 17/02: matrícula on-line dos aprovados em primeira chamada;
O calendário completo está disponível no site da Comvest.
Initial plugin text
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região
A
Veja mais notícias da região no g1 Campinas.