Uber tem 1º lucro operacional depois de mais de uma década de operação


Segmentos de transporte de passageiros e entrega de comida saíram do vermelho no terceiro trimestre. Receita da empresa cresceu 72% em comparação ao mesmo período de 2020. Uber
Luisa Gonzalez/Reuters
A Uber divulgou na última quinta-feira (4) seu primeiro lucro operacional desde que foi lançada, em 2009. Os dois segmentos mais importantes da empresa, transporte de passageiros e entrega de comida, saíram do vermelho.
O lucro ajustado antes de juros, impostos, depreciação e amortização, uma medida que exclui custos únicos, como compensação baseada em ações, ficou em US$ 8 milhões no trimestre encerrado em 30 de setembro. No mesmo período de 2020, a companhia registrou perda de US$ 625 milhões.
A receita total da empresa cresceu 72%, para US$ 4,8 bilhões, acima da estimativa média dos analistas, que projetavam receita de US$ 4,4 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.
Os executivos da Uber dissiparam preocupações dos investidores sobre a escassez de motoristas, dizendo a analistas do setor que os gastos com incentivos para atrair os motoristas de volta aos aplicativos da empresa ficaram para trás.
Para o último trimestre de 2021, a companhia prevê lucro ajustado entre US$ 25 milhões e US$ 75 milhões. Segundo dados da Refinitiv, analistas esperam lucro de US$ 114 milhões, em média.