Uber relata prejuízo de US$ 1 bilhão no 1° trimestre, mas receita aumenta


Faturamento teve alta de 20% frente ao primeiro trimestre de 2018, para US$ 3,1 bilhões. Uber teve prejuízo no primeiro trimestre.
Seth Wenig/AP
A Uber, que acaba de entrar no mercado de valores, teve prejuízo de cerca de US$ 1 bilhão no primeiro trimestre, segundo o relatório trimestral da empresa, divulgado nesta quinta-feira (30). No primeiro trimestre do ano passado, a companhia havia reportado lucro de US$ 3,7 bilhões.
O faturamento teve alta de 20% na mesma comparação, para US$ 3,1 bilhões.
A plataforma de veículos com motorista teve receita de US$ 2,6 bilhões, 10% superior ao primeiro trimestre do ano passado, o que sugere que o crescimento total também foi impulsionado por outras atividades, como entrega de comidas (UberEats).
O relatório, a primeira publicação de resultados trimestrais da empresa após o início das cotações em 10 de maio, confirmou dados previstos que indicam forte prejuízo, mas que também refletem um aumento da atividade.
Ainda foi registrado um aumento de 34% das reservas brutas, a US$ 14,7 bilhões.
Por volta de R$ 40, ou menos, a ação atravessa um difícil início no mercado, onde se mantém abaixo do preço de lançamento, de R$ 45.