Trump promete retirar EUA de tratado internacional sobre comércio de armas


Obama assinou o pacto em 2013, mas ele nunca foi aprovado pelo Congresso dos EUA. Trump fala no evento anual da Associação Nacional do Rifle, entidade do lobby armamentista americano, nesta sexta-feira (26), em Indiana
Reuters/Lucas Jackson
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu nesta sexta-feira (26) revogar o status dos EUA como signatário do Tratado sobre Comércio de Armas, afirmando que pedirá ao Senado norte-americano que não ratifique o pacto assinado pelo seu antecessor, o democrata Barack Obama.
“Estamos retirando nossa assinatura”, disse Trump em declarações à Associação Nacional do Rifle (NRA, na sigla em inglês). “Vou assinar… uma mensagem pedindo ao Senado para descontinuar o processo de ratificação do tratado.”
Obama assinou o pacto em 2013, mas ele nunca foi aprovado pelos parlamentares dos EUA.