Trio troca tiros com a PM durante perseguição em Patrocínio


Um dos suspeitos ficou ferido e foi encaminhado ao Pronto-Socorro. Toucas, duas pistolas e outros objetos foram apreendidos.  Pistolas, toucas ninjas e outros objetos apreendidas pela PM após perseguição em Patrocínio
Polícia Militar/Divulgação
Três jovens, de 20, 22 e 23 anos, que trocaram tiros com a Polícia Militar (PM) durante uma perseguição, foram detidos na noite desta segunda-feira (19) em Patrocínio, no Alto Paranaíba.
Segundo informações da PM, os militares estavam fazendo um patrulhamento pelo Bairro Enéias, quando viram um carro que tinha queixa de roubo e que teria sido utilizado em um assalto no Distrito de São João da Serra Negra.
Os militares passaram a utilizar sinais sonoros e luminosos da viatura para que o veículo parasse. O condutor, no entanto, acelerou e evadiu sentido a Rua Quatro, momento em que os ocupantes efetuaram disparos de arma de fogo em direção a viatura policial. Para se defender, os policiais também fizeram disparos.
Em determinado momento, o condutor do carro, de 23 anos, perdeu o controle direcional e colidiu o veículo contra o muro de uma residência. Ele informou aos militares que estava ferido na região do ombro esquerdo, possivelmente por um disparo de arma de fogo, sendo conduzido imediatamente ao Pronto-Socorro, ficando internado sob escolta policial. Um outro ocupante do veículo, de 20 anos, arremessou uma pistola em direção ao interior do imóvel, sendo detido. O terceiro suspeito, de 22 anos, também foi detido. Ele estava com uma pistola calibre .40, com numeração de série raspada.
Os militares também apreenderam três toucas ninjas, R$ 30 em dinheiro e um carregador para pistola contendo 14 munições calibre .40. Questionados, os suspeitos disseram que estavam no bairro a procura dos indivíduos que assassinaram um rapaz.
Segundo a PM, um dos rapazes detido foi reconhecido como autor do roubo do carro, que ocorreu no dia 13 de março.
A polícia ainda descobriu que uma das armas apreendidas com o trio tinha sido furtada em Rio Paranaíba, em 2011.
A perícia técnica esteve no local da ocorrência e realizou os trabalhos de praxe.

Powered by WPeMatico