Transtornos alimentares também afetam homens e estão aumentando

Transtornos alimentares como a bulimia e anorexia comumente são relacionados às mulheres. Mas estes distúrbios emocionais também afetam uma parcela dos homens, e pesquisas recentes comprovam isso.

De acordo com a revisão sistematizada da American Society for Nutrition (Sociedade Americana de Nutrição), ambos os sexos estão tendo cada vez mais transtornos alimentares. Entre 2000-2006, 3,5% das pessoas enfrentavam o problema. Mas no período de 2013-2018, o número dobrou para 7,8%.

Diferença dos transtornos em homens e mulheres

A intensidade dos transtornos alimentares é igual para todos os gêneros. Entretanto, alguns estudos indicam que eles se manifestam de maneira diferente em cada sexo.

Por exemplo, levando em consideração os padrões estéticos da sociedade, as mulheres tendem a buscar a perda de peso.

Já os homens procuram o ganho de massa muscular e podem desenvolver uma obsessão em ter um corpo musculoso.

pesquisa do International Journal of Eating Disorders (Revista Científica de Transtornos Alimentares) que evidencia isso foi publicada em maio deste ano, e foi feita a partir de dados da National Longitudinal Study of Adolescent to Adult Health (Add Health).

Ao analisar 14.981 participantes, estudiosos descobriram que 27,5% de homens jovens afirmam querer ganhar peso. Já entre as mulheres, este número cai para 4,9%.

Insatisfação com o corpo

A plataforma de comércio eletrônico Groupon fez uma pesquisa sobre satisfação corporal em 2015, com mais de 7 mil pessoas do Brasil, Chile, Argentina, Colômbia e México.

Ao analisar os dados, foi descoberto que 57,09% dos homens brasileiros estavam incomodados com seu peso, enquanto que, nas mulheres, a insatisfação foi relatada por 49,33% delas.

O que é vigorexia

A vigorexia é uma condição de saúde que também pode ser chamada de Transtorno Dismórfico Muscular. Ela pode ser entendida como uma preocupação excessiva com a forma física, mais especificamente em ter uma musculatura definida e hipertrofiada.

Sintomas

Passar muito tempo na academia e exagerar no levantamento de peso ou musculação para ganhar massa muscular
Preocupação de não conseguir comparecer ou finalizar um treino Treinar mesmo estando machucado (a)
Comer de forma desordenada ou utilizar suplementos para ganho de massa de forma excessiva.

Veja outros sintomas de vigorexia, e como lidar com o transtorno.

Transtornos alimentares

Anorexia: sintomas, tratamentos e causas

Bulimia: o que é, sintomas e tratamentos

Drunkorexia: saiba mais sobre o novo distúrbio que envolve álcool