Toyota faz recall de 1 unidade do Camry por defeito no cinto de segurança


Problema afeta cintos de segurança traseiros do veículo. Carro foi fabricado em 26 de agosto de 2019. Toyota Camry
Divulgação
A Toyota convocou nesta quinta-feira (26) o recall do Camry por possível defeito nos cintos de segurança traseiros do veículo. De acordo com a montadora, o chamada envolve apenas 1 unidade do carro, que foi fabricada em 26 de agosto de 2019. A inspeção e eventual substituição dos componentes nas concessionárias começa em 20 de dezembro.
Veja o chassi envolvido:
JTNBZ3HK9K3011453
No comunicado, a empresa informa que o veículo é equipado de série com cintos de segurança traseiros com duplo sistema de travamento. No entanto, foi identificado que durante sua produção, um dos sistemas de travamento pode não ter sido montado corretamente nos cintos de segurança traseiros do veículo.
A condição apresentada acima pode fazer com que o cinto de segurança não seja retraído de forma adequada em casos de freadas bruscas ou colisões, aumentando o risco de ferimentos aos ocupantes do veículo.
A medida para sanar o defeito de forma definitiva consistirá na inspeção dos 3 cintos de segurança traseiros instalados no veículo (lado direito, central e lado esquerdo) para identificar a possibilidade de existência do defeito mencionado acima.
Caso seja confirmada a existência do defeito, haverá a substituição dos componentes necessários. O tempo de inspeção e eventual reparo é de aproximadamente 2 horas.
Como saber se seu carro já passou por recall?
Guia Prático #118: Veja como saber se o seu veículo já foi alvo de recall