Torcicolo pode ser causado por estresse e até hérnias. Saiba mais

Torcicolo é qualquer dor que afeta a região do pescoço. De acordo com o ortopedista Raphael Marcon, especialista em coluna do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas, o torcicolo pode se originar de uma contratura muscular, na qual o tecido fica tão rígido a ponto de não conseguir esticar, por compressão dos nervos ou da cervical, ou por problemas que afetam os discos da coluna

As contraturas musculares, conhecidas também como “mau jeito” no pescoço, podem ocorrer por conta de movimentos inadequados e até mesmo pelo estresse, que deixa os músculos mais contraídos devido à quantidade de adrenalina circulando na corrente sanguínea. Segundo Marcon, temperaturas mais frias podem piorar as dores do torcicolo, pois tornam a musculatura mais tensa. O ortopedista ressalta que, nesses casos, é importante que o paciente não force o movimento do pescoço, pois isso pode piorar a contratura e gerar ainda mais dor

Entre as causas mais graves de torcicolo estão a artrose e hérnia de disco, que apresentam características específicas para a dor. Nas dores de causas degenerativas, como é o caso da artrose, Marcon afirma que o paciente nunca está 100% livre dessa dor, tendo períodos de melhora e piora, necessitando de tratamentos paliativos

Já no caso das discopatias, como a hérnia de disco, o ortopedista afirma que as dores são agudas, apresentando irradiação. Em casos de torcicolo por discopatias, o tratamento é, no primeiro momento, conservador, feito com medicamentos e exercícios para aliviar a dor. Porém, em casos mais graves, quando há compressão de nervos ou até mesmo da medula, o tratamento pode ser cirúrgico

Marcon afirma que alguns detalhes das dores devem ser levados em conta para que sejam descartadas causas mais graves, entre elas, a dor com presença de febre, que pode indicar uma infecção ou tumor, dores nas costas em crianças, porque não é comum ter dores na região nessa fase da vida, dores nas costas em idosos, já que pode indicar a presença de doenças graves, e dores acompanhadas de irradiação ou perda de força

O tratamento para contraturas é conservador, sendo utilizado medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios receitados por um ortopedista para aliviar o problema. O médico afirma que realizar acupuntura, fisioterapia, compressas de água quente ou até mesmo deixar o pescoço exposto à água em temperatura mais elevada durante o banho podem ser métodos que ajudam no relaxamento da musculatura, melhorando as dores

Para prevenir os torcicolos, o ortopedista recomenda a prática regular de exercícios físicos, tentando intercalar exercícios aeróbicos com musculação, e atividades específicas para a coluna, como o pilates. Marcon afirma que as atividades físicas trazem benefícios, pois funcionam como analgésicos naturais, melhoram o tônus muscular e liberam endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar
*Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah Giannini