Tony Bennett revela diagnóstico de Alzheimer


Em artigo para a revista AARP, mulher do cantor conta que o artista teve diagnóstico oficial da doença neurodegenerativa em 2016. Tony Bennett sorri no tapete vermelho do Grammy 2018 em Nova York
REUTERS/Andrew Kelly
“A vida é um presente – mesmo com Alzheimer.” Com essa frase, Tony Bennett, lenda do jazz, de 94 anos, revelou que foi diagnosticado com a doença degenerativa.
Em um artigo para a revista AARP, Susan, mulher do cantor, conta mais detalhes sobre o estado de saúde do artista e ainda revela que ele está em plena produção de um novo material musical.
Susan conta que o marido foi diagnosticado oficialmente com a doença em 2016. E desde então, tem sofrido com a perda de memória e dificuldade em reconhecer alguns objetos, mas ainda reconhece amigos e familiares.
Casada desde 2007 com o Tony, Susan conta que começou a suspeitar que algo estava errado com a saúde do marido ainda em 2015, após ele apresentar dificuldade em lembrar do nome de alguns de seus músicos no palco.
Bennett iniciou, então, um tratamento contra a doença, que inclui medicação, dieta e exercícios para o corpo.
O médico do cantor informou, no mesmo artigo, que “outras áreas de seu cérebro ainda são resilientes e estão funcionando bem.”
“Ele está fazendo tantas coisas, aos 94, que muitas pessoas mesmo sem demência não conseguem fazer. Ele realmente é um símbolo de esperança para pessoas com transtorno cognitivo.”
Initial plugin text
Tony Bennett completa 90 anos como uma lenda viva da música