Tinder anuncia série interativa dentro do aplicativo no Brasil


Chamado de “Swipe Night”, conteúdo foi sucesso nos Estados Unidos e é feito pra servir como assunto entre usuários da plataforma. Brasil ficou entre os países que mais utilizaram o Tinder em 2018.
G1
Aplicativo para conhecer pessoas, o Tinder anunciou um tipo de conteúdo diferente para os usuários nesta quarta-feira (4). A empresa vai apresentar a minissérie “Swipe Night” no aplicativo no Brasil.
O conteúdo estreou nos Estados Unidos em outubro do ano passado e permite que o usuário assista e tome decisões do que acontece na história, usando os comandos conhecidos do Tinder, de passar para direita ou esquerda.
Na trama, um asteroide está prestes a atingir o planeta e os usuários podem fazer escolhas, como caminhos, objetos e quem salvar.
São três episódios, apresentados durante os finais de semana, começando no próximo sábado (14). Os outros dois episódios passam a ser exibidos nos dias 21 e 28, respectivamente. No Brasil, a série será exibida com legendas.
E como isso ajuda no objetivo de conhecer pessoas novas dentro da plataforma? As decisões que cada usuário toma ficam gravadas no perfil, e podem servir como assunto para conversas ou na hora de decidir um “match”.
Tinder lança série dentro do aplicativo no Brasil.
Divulgação
Economia dos encontros
A empresa não é a primeira a investir nesse tipo de conteúdo. Netflix e YouTube, por exemplo, já apostaram em filmes e séries que permitem ao usuário escolher os rumos da trama.
O Tinder já confirmou uma “segunda temporada” do modelo, que deve estrear ainda este ano nos Estados Unidos.
Ter uma maneira para conectar pessoas é parte da visão de negócio do Match Group, empresa dona do Tinder. De acordo com Elie Seidman, diretor do global do Tinder, quando a série foi lançada nos EUA, “milhões de decisões” foram tomadas pelos usuários e o número de matches aumentou 26% e as mensagens, 12%.
Nos EUA, de acordo com uma pesquisa feita em 2019 por professores da Universidade Stanford, 19% dos casais no país se conheceram on-line.
“Estamos ansiosos para ver a resposta de outros mercados importantes ao redor do mundo”, disse Seidman.
Em 2019, o Match Group teve faturamento de US$ 2,1 bilhões, alta de 19% ante o ano anterior. No último trimestre do ano, o Tinder tinha 5,9 milhões de usuário em todo o mundo, 36% a mais do que em 2018.
As novas iniciativas do Tinder vêm em um momento em que o Match Group passou a enfrentar maior concorrência. No ano passado, o Facebook anunciou que testaria no Brasil uma plataforma de encontros, chamada Dating.