‘Tenho pé quente’, diz apostador do AP que jogou para amigos na Mega-Sena de R$ 90 milhões


Rômulo Pastana, de 36 anos, disse que já ganhou quina e quadra em 20 anos de jogo. Sorteio acontece nesta quarta-feira (24). Apostador usa de experiência e aposta para amigos também em Mega-Sena acumulada
Victor Vidigal/G1
Acumulada em R$ 90 milhões, o concurso 2.145 da Mega-Sena acontece nesta quarta-feira (24), às 20h, e cria expectativa em apostadores de todo o país. Em Macapá não é diferente, tanto que o servidor público Rômulo Pastana, de 36 anos, já perdeu as contas de quantas vezes ganhou a quadra e a quina. Ele foi um dos que desde cedo foi na lotérica fazer a famosa “fezinha”.
Pastana disse que os amigos aproveitam a sorte dele para jogar também. “Sempre eu jogo, aí meus amigos falam que tenho ‘pé quente’ e me mandam jogar por eles. Mas ainda falta mesmo eu acertar o principal, que são os seis números”, disse, com bom humor.
Até quem não tem o costume de apostar pensou duas vezes ao ver a quantia de R$ 90 milhões acumulada. Foi o que aconteceu com a Evelin Souza, de 30 anos, que sonha em viajar com toda a família e resolveu dar uma chance para a sorte.
“Eu nem sabia que estava nessa quantia, não sou muito de jogo, mas vinha passando na frente da lotérica para ir ao trabalho e resolvi apostar. O que custa tentar? Quem sabe não mudo de vida do dia para a noite?”, indagou a professora.
Evelin Souza resolveu dar uma chance para a sorte nesta quarta-feira (24)
Victor Vidigal/G1
Na fila de apostas os sonhos se misturam com as superstições. Há quem prefira números ímpares, quem gosta de manter sempre os mesmos seis ou quem confia na intuição no momento de marcar a cartela.
“Há 15 anos jogo sempre os mesmos números. Nunca acertei quina, nem quadra mas mantenho minha confiança de que vou ganhar. E se ganhar pretendo viajar por aqui pelo Brasil mesmo”, revelou o aposentado Aguinaldo Rodrigues.
Viagens, comprar imóveis e ajudar familiares são o que os apostadores mais falam ao serem perguntados o que fazer com tanto dinheiro. Mas também tem aqueles que pensam em usar a quantia para fazer diferença e ajudar pessoas carentes.
“Tem muita gente passando necessidade. Eu faria projeto de vida com pessoas carentes do meu bairro. Têm muitas pessoas que se envolvem com droga e crime porque não tem um oportunidade de ao menos ter um esporte na vida para ser uma pessoa com um outro tipo de pensamento”, revelou Rômulo Pastana, que mora no Marabaixo 4.
As apostas seguem em qualquer lotérica ou na internet até as 19h, com o preço mínimo de R$ 3,50. O apostador pode escolher de 6 a 15 números, dos 60 disponíveis na cartela, com opção de deixar a escolha dos números ser feita automaticamente pelo sistema.
Fila de apostadores em lotérica de Macapá
Victor Vidigal/G1
Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.