Tempestade Elsa se aproxima de Cuba antes de seguir rumo aos EUA


Com ventos de até 100km/h, tempestade ganhou força ao se aproximar da Baía dos Porcos. Mau tempo já é sentido na Flórida e pode atrapalhar os trabalhos de resgate no edifício que desabou na região de Miami. Tempestade Elsa provoca transtornos em Cuba e deve atingir Miami
A tempestade Elsa se aproxima nesta segunda-feira (5) da Baía dos Porcos, em Cuba, e poderá tocar o chão da ilha antes de seguir rumo ao sul da Flórida, nos Estados Unidos, segundo o serviço meteorológico americano.
Com ventos de até 100km/h, a tempestade ganhou força na noite de domingo (4) e o sinal do mau tempo já é sentido em Miami – o que pode atrapalhar as buscas por sobreviventes do desabamento que já dura quase duas semanas.
Furacão Elsa sobre o Caribe
NOAA
O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) prevê que o fenômeno chegue à costa da Flórida durante a madrugada desta terça (6).
Em Cuba, o governo da ilha emitiu alertas de furacão para as províncias de Cienfuegos e Matanzas e retirou cerca de 100 famílias das áreas de risco para abrigos.
O serviço cubano de meteorologia alerta para a persistência de intensas chuvas durante a semana, mesmo após a passagem do centro da tempestade.
Demolição na Flórida
Antes da chegada da tempestade tropical Elsa e após um total de 24 mortos e 121 desaparecidos no desastre, o prédio que colapsou na região de Miami, foi demolido completamente nesta madrugada (veja no vídeo abaixo).
VÍDEO: Prédio que desabou parcialmente em Miami é demolido
A prefeita do condado de Miami-Dade – que controla a região metropolitana de Miami –, Daniella Levine Cava, confirmou que já foi dada a autorização para que as equipes retomem as buscas por vítimas nos escombros.
Na sequência, os novos destroços foram retirados para que as equipes de resgate pudessem começar a entrar em partes da garagem subterrânea em busca de bolsões de ar que possam abrigar possíveis sobreviventes.