Tecnologia em perna mecânica devolve sensibilidade a amputados

Com sensores utilizados em cirurgia os usuários de próteses podem ter sensações

Com sensores utilizados em cirurgia os usuários de próteses podem ter sensações
Reprodução/ Youtube

Cientistas da Universidade de Tecnologia de Zurique, na Suíça, desenvolveram uma perna mecânica que permite aos amputados terem sensações. Assim, o usuário da prótese pode sentir quando tocar ao chão ou quando dobrar o joelho.

Os detalhes do estudo foram publicados na última semana na revista Science Translational Medicine.

Para que os usuários sintam essas sensações, a perna biônica envia sinais elétricos para quatro eletrodos implantados cirurgicamente no nervo tibial da coxa.

A equipe de cientistas desenvolveu algoritmos para traduzir as informações dos sensores táteis e de movimentos em impulsos nervoso, que foram dados aos nervos residuais. O corpo faz o restante e os sinais são transmitidos ao cérebro, que é capaz de detectar a prótese. Assim, corpo e máquina ficam conectados.

Durante o experimento, as três pessoas que usaram a perna mecânica com a nova tecnologia foram capazes de subir os degraus de uma escada com mais velocidade e ainda conseguiram evitar tropeços.

A pesquisa permitiu que as três pessoas que participaram do teste andassem sobre uma superfície irregular e pisassem em rochas de até 7 centímetros de altura. Para dificultar ainda mais, os testes foram feitos enquanto eles usavam óculos que impediam olhar para baixo durante o percurso.

Os registros também mostraram que as três pessoas foram capazes de sentir sensações incluindo pressão, vibração e formigamento em 27 áreas diferentes da perna e do pé.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques