Tatuador Daniel Silva, de ‘Ink Master’, é condenado a um ano de prisão por morte de youtuber


Em caso de violação de liberdade condicional, sentença pode ser aumentada para quatro anos. Silva dirigia carro em acidente de maio no qual Corey La Barrie era passageiro. Daniel Silva, participante do reality ‘Ink Master’, foi preso após morte do youtuber Corey La Barrie em acidente de carro
Reprodução/Instagram
O tatuador Daniel Silva, participante reality show “Ink Master”, foi condenado a um ano de prisão após o acidente de carro no qual morreu o youtuber Corey La Barrie, em maio.
Em julho, Silva não contestou a acusação de homicídio culposo.
A batida aconteceu em Los Angeles, dia do aniversário de 25 anos do youtuber. Silva dirigia o McLaren esportivo no qual La Barrie era o passageiro.
De acordo com o canal ABC, o tatuador deve cumprir 364 dias na prisão e 250 horas de serviço comunitário, além de enfrentar liberdade condicional por cinco anos. Em caso de violação da condicional, ele pode ter de passar quatro anos preso.
Ao site TMZ, o advogado de Silva afirmou que o tatuador acredita que a sentença foi justa. “Para Daniel, é importante trabalhar com a família de Corey, para garantir que a memória de seu amigo nunca seja esquecida”, disse.
Corey La Barrie tinha um canal no YouTube com mais de 300 mil assinantes. O tatuador Daniel Silva participou inúmeras vezes do reality “Ink Master” e, em sua conta no Instagram, conta com mais de um milhão de seguidores.