Tartaruga gigante esmaga e come filhote de andorinha; pesquisa diz que vídeo é a 1º prova do hábito de caça


Pesquisadora diz que vídeo é a primeira evidência direta da caça praticada por tartarugas. Registro foi feito em uma ilha nas Seychelles, na África. VÍDEO: Tartaruga gigante esmaga e come filhote de andorinha; pesquisa diz que vídeo é a 1º
Um estudo publicado nesta segunda-feira (23) na revista “Current Biology” registra o momento em que uma tartaruga gigante caça, captura e se alimenta de um filhote de andorinha-do-mar bebê. De acordo com os pesquisadores, o vídeo é a primeira prova direta da caça praticada por tartarugas.
No artigo, a pesquisadora Anna Zora, da Frégate Island Foundation, lembra que é sabido que as tartarugas não são animais estritamente vegetarianos, sendo que outras fontes de alimento são normalmente associadas à oportunidade de localizar carcaça de outros animais já mortos. Zora defende que as imagens registradas no estudo são as primeiras que mostram esse tipo de réptil como predadores ativos.
Pandas gigantes escapam da lista de animais ameaçados de extinção
Como animais encontram remédios na natureza
Bichos Geniais: conheça os arquitetos da natureza
No vídeo, feito em julho de 2020, em uma ilha nas Seychelles (África), uma tartaruga gigante se aproxima do pássaro que subiu em um tronco depois de cair do ninho. Com o pescoço estendido e as mandíbulas bem abertas, a tartaruga avança sobre a andorinha-do-mar. O pássaro ainda tenta se defender, bicando a predadora, mas acaba sendo atacado.
Segundo os pesquisadores, desde a primeira abordagem até a morte do filhote, a interação durou 7 minutos no total; a perseguição ao longo do tronco até a morte do filhote levou 92 segundos.
“Acreditamos que a combinação de uma colônia de andorinhas-do-mar com uma população residente de tartarugas gigantes criou condições que levam à caça sistemática de pássaros por várias tartarugas individuais; uma estratégia comportamental totalmente nova para qualquer espécie de tartaruga”, dizem os pesquisadores.
De acordo com o estudo, embora este seja o único vídeo mostrando a caça, outras tartarugas na ilha foram observadas comendo pássaros.
A pesquisadora Anna Zora lembra ainda que pássaros que caem dos ninhos, como ocorreu no caso documentado, costumam se atacados por lagartos e caranguejos e costuma não ter chances de sobrevivência, o que indica que o comportamento das tartarugas gigantes não indica risco para desequilíbrio das aves.
Tartaruga caça filhote de pássaro
Anna Zora/Frégate Island Foundation/Divulgação
G1 YouTube