Sobe para 25 o nº de mortos em chuvas torrenciais na China


Chuvas são as mais fortes em mil anos, segundo autoridades meteorológicas chinesas. Doze pessoas morreram em uma linha de metrô que foi inundada em Zhengzhou, capital de Henan. Veículos presos após forte chuva em Zhengzhou, capital da província de Henan, na China, na terça-feira (20)
Chinatopix via AP
Ao menos 25 pessoas morreram na China, 12 delas no metrô de Zhengzhou, devido às chuvas torrenciais que autoridades meteorológicas do país dizem ser as mais fortes em mil anos.
As chuvas torrenciais assolam a província de Henan desde o fim de semana e ainda há sete desaparecidos, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (21).
Mais chuva está prevista para os próximos 3 dias.
Autoridades municipais de Zhengzhou dizem que mais de 500 pessoas foram resgatadas da linha de metrô que inundou.
Imagens publicadas em redes sociais mostram os passageiros imersos dentro dos vagões, com a água na altura do peito, e uma estação que virou uma grande piscina marrom (veja abaixo).
Inundação na China deixa passageiros presos em vagões do metrô
Cerca de 100 mil pessoas foram evacuadas em Zhengzhou, que fica a 700 km a sudoeste de Pequim e tem 12 milhões de habitantes (população similar à de São Paulo).
O transporte ferroviário e rodoviário foi interrompido na cidade.