‘Sejamos testemunhas de uma vida nova’, diz bispo de Macapá sobre a Semana Santa


Dom Pedro José Conti deixa mensagem de amor e fé aos cristãos amapaenses, para o período que marca um dos mais importantes momentos da fé católica e que termina no Sábado de Aleluia. Bispo de Macapá, Dom Pedro José Conti, envia mensagem de esperança e paz na Semana Santa
Rita Torrinha/G1
Sexta-feira Santa é o dia da paixão do Senhor. Segundo a bíblia, este foi o dia que Jesus Cristo morreu para salvar a humanidade. E durante a Semana Santa, tradição religiosa que celebra a paixão, morte e ressurreição de Cristo, o bispo de Macapá, Dom Pedro José Conti, reflete sobre o momento e deixa uma mensagem de esperança e paz aos cristãos.
Para o bispo, a Semana Santa significa momento de silêncio, com a proposta do jejum e da abstinência das carnes. Ele explica que é a forma de fazer um pouco de penitência e participar mais de perto do sofrimento de Jesus e dos irmãos.
“Jesus nos amou até o fim, morreu, mas ressuscitou. E essa ressuscitação em que nós acreditamos significa vida nova do amor, que celebraremos no domingo de Páscoa. Quando fazemos o bem e damos amor, nós damos e transformamos vidas. É a prova de que quem ama, quem faz o bem, quem doa a própria vida, cria uma vida nova”, falou.
Semana Santa é marcada por celebrações religiosas. Imagens cobertas com pano roxo é para lembrar o sofrimento de Jesus
Rita Torrinha/G1
A relevância da Semana Santa é marcada pelas celebrações religiosas e o Tríduo Pascoal, que começou na quinta-feira (29) com a “Missa da Ceia do Senhor”, continua na sexta-feira (30) com a via-sacra, o sermão das 7 palavras e procissão, e termina no sábado (31) Santo, dedicado ao momento de silêncio e de reflexão.
“O Sábado Santo é momento de silêncio e de reflexão, pois ocorre a morte e parece que tudo acabou. Mas não é verdade, ao amanhecer, no Domingo de Páscoa, que é o primeiro dia da semana, Jesus ressuscita, por isso vamos celebrar a vigília pascoal com leituras e batizados, na igreja São José”, ressaltou.
Para fechar as comemorações, o bispo deixa uma mensagem de confiança e de esperança aos cristãos amapaenses.
“Devemos pensar na possibilidade de construir uma humanidade nova. Não sozinhos, porque não damos conta, precisamos que o Senhor nos ajude a mudar nossos relacionamentos, a corrigir os nossos erros. É possível vencer o ódio, a raiva, a vingança, tantas coisas negativas que, infelizmente, nos impedem de viver uma vida mais feliz, mais solidária, mais fraterna, com menos medo também entre nós. Precisamos de mais respeito, mais alegria e mais convivência pacífica”, finalizou.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Powered by WPeMatico