Scarpa dedica gol do Palmeiras a personagem de ‘Os Miseráveis’: ‘Baita livro’


Em entrevista ao G1, um dia antes da partida contra o Bahia, jogador havia dito que homenagearia protagonista da obra de Victor Hugo. Jovem é leitor voraz – seu ‘camisa 10’ é Dostoiévski. Jogador do Palmeiras faz sucesso ao postar comentários sobre os livros que lê
“Para quem você vai dedicar o próximo gol, Scarpa? Pode escolher um autor ou personagem de livro”, perguntou o G1 ao meia do Palmeiras, em reportagem publicada no último sábado (26). Ele nem titubeou: Jean Valjean, de “Os Miseráveis”.
Dito e feito: no dia seguinte, em partida contra o Bahia no Brasileirão, o jovem abriu o placar e homenageou o protagonista da obra de Victor Hugo.
“Um baita golaço para um baita personagem de um baita livro”, disse Gustavo Scarpa, na saída para o intervalo.
Foi a última obra que ele leu – e a campeã de todas, conta (e olha que não são poucas).
“É incrível, muito ‘da hora’”, diz.
LEIA MAIS:
RESENHA COM SCARPA: Jogador viraliza com comentários sobre livros
SUPERDOTADO: jovem cursará faculdade junto com ensino médio
No Instagram, o clássico mereceu uma “resenha” elogiosa de Scarpa: “Que livro top”, escreveu no post. (saiba mais sobre os comentários literários que o palmeirense faz nas redes sociais).
Post de Scarpa sobre ‘Os Miseráveis’
Reprodução/Instagram
O atleta é leitor voraz: seu “camisa 10” é nada menos que o russo Fiódor Dostoiévski, especialmente por “Crime e Castigo” e “Os Irmãos Karamázov”.
São mais de 90 comentários já publicados pelo jogador.
“A metamorfose” é “maneiro; [tem o] moleque inseto” (em uma precisa definição do personagem de Franz Kafka). “A revolução dos bichos”, de George Orwell, é “uma sátira interessante kkkk, outra época e pá”.
Filmes baseados em livros? Aí, não
Scarpa contou ao G1 que sempre teve facilidade em ler porque, desde pequeno, seu pai o estimulava a escolher filmes legendados.
Mas, atualmente, o atleta quer passar longe de adaptações de livros para o cinema. A versão de “Os Miseráveis” o traumatizou, digamos assim.
Anne Hathaway em cena de ‘Os miseráveis’
Reprodução
“Poxa, me decepcionei, negócio maior chato, musical. Eu achava que seria mais legal ver as cenas acontecendo, mas o livro é bem melhor”, afirma.
“Orgulho e preconceito”, de Jane Austen, está na lista das próximas leituras. Já o filme…
“Não vou mais cometer esse erro. O que eu ler, não vou assistir. Não quero que estrague.”
G1 no Youtube
Vídeos de Educação