Sandbox, a proteção operacional e jurídica para Bancos e Fintechs

Imagem: Pixabay

Imagem: Pixabay
Programa Inova 360

Por Jair Lemes

O termo Sandbox , ou caixa de areia, originalmente se referia à pequena caixa cheia de areia onde as crianças brincam e experimentam em um ambiente controlado. Mas, pouco a pouco, o termo adquiriu novos significados. No mundo da ciência da computação, um Sandbox é um ambiente de teste fechado projetado para experiências seguras com projetos da Web ou de software.

O conceito também está sendo usado na arena da economia digital, para se referir a caixas de proteção reguladoras: bases de teste para novos modelos de negócios que não são protegidos pela regulamentação atual ou supervisionados por instituições reguladoras.

Essas bases de teste são especialmente relevantes no mundo das tecnologias de ponta, onde existe uma necessidade crescente de desenvolver estruturas regulatórias para os modelos de negócios emergentes. O objetivo do Sandbox  é adaptar a conformidade com regulamentos financeiros estritos ao crescimento e ritmo das empresas mais inovadoras, de uma forma que não sufoque as regras do setor de Fintechs ou as outras Techs, mas também não diminua a proteção do consumidor.

As Techs deveriam ser capazes de registrar seus projetos junto a órgãos reguladores de forma a testar seus produtos em um ambiente controlado sem correr riscos de serem autuadas ou multadas por fazerem algo que venha a burlar alguma lei vigente ou, pelo menos, que este seja o entendimento do órgão regulador.

A velocidade dos órgãos reguladores pode ser um desafio e um processo simples e rápido de criação de um Sandbox; com proteção das ideias do idealizador empreendedor poderia trazer muitos benefícios à sociedade e ao mesmo tempo que estimularia o empreendedorismo e a inovação.

Sandbox operacional

Muito já foi dito sobre as ameaças que as Fintechs apresentam para serviços bancários tradicionais. No entanto, essa rivalidade está agora dando lugar a uma abordagem mais colaborativa. A simplificação de processos complexos, combinada com a experiência aprimorada do usuário, tornou a Fintech atraente e incentivou muitos bancos a abrir suas portas para alianças com Fintechs que permitirão a criação conjunta de soluções para promover uma nova onda de disrupção digital.

Globalmente, iniciativas bancárias inovadoras, como a abordagem que visa transformar e melhorar as experiências bancárias dos clientes, está se mostrando uma promessa em diversos países e mercados.  Os bancos estão jogando com a ideia de criar uma zona de inovação dentro de suas organizações ao incorporar diferentes fornecedores de tecnologia para criar soluções personalizadas de acordo com suas necessidades.

O que é uma Sandbox para Fintech?

Uma caixa de proteção Fintech ou uma caixa de proteção da interface do programa aplicativo (API) é um ambiente que inovadores e testadores podem usar para imitar as características exibidas pelo ambiente de produção em tempo real para ajudar a simular respostas de todos os sistemas com os quais um aplicativo faz interface. Isso permite que os bancos e os participantes da Fintech experimentem produtos financeiros inovadores ou serviços dentro de um espaço e duração bem definidos. Além disso, a presença de salvaguardas apropriadas ajuda a conter as consequências do fracasso. Essencialmente, a caixa de areia permite o teste piloto de tecnologias recém-desenvolvidas.

A crescente sofisticação das soluções de Fintechs está levando a níveis crescentes de riscos. Em circunstâncias em que não está claro se um novo produto ou serviço financeiro está em conformidade com os padrões bancários existentes, algumas instituições financeiras podem errar do lado da cautela, prejudicando a inovação. Além disso, toda organização está tentando fazer pilotos com dezenas de Fintechs e gerenciar a complexidade do projeto. Acreditamos que uma caixa de proteção Sandbox para Fintechs pode ajudar os inovadores a superar esses desafios.

Um Sandbox atua como uma camada entre os bancos e suas iniciativas de inovação e facilita a colaboração harmoniosa entre as empresas Fintechs e as incumbentes. Além disso, os bancos ficam aliviados do estresse de lidar com várias solicitações de dados (geralmente o primeiro passo para o desenvolvimento da solução), pois a caixa de proteção serve como um reservatório imediato de informações relacionadas ao processo.

Embora esta abordagem seja mais popular entre os bancos, a configuração e os seus benefícios também podem ser usufruídos pelas empresas de seguros e gestão de investimentos.

A pilotagem de um produto ou modelo de negócio por meio de um Sandbox ajudará as empresas a gerenciarem seu risco regulatório durante o próprio período de testes.

Não há restrições quanto ao tamanho da transação, pois a área de segurança está em um ambiente de testes.

Uma caixa de areia também poderia facilitar mais parcerias entre empresas mais maduras e empresas iniciantes.

Acessibilidade fácil deve ser uma das principais características de um Sandbox. Isso pode ser feito por meio de um espaço físico ou presença de nuvem virtual para garantir que as restrições de local possam ser superadas. O acesso a uma caixa de proteção (Sandbox) do setor deve ser simplificado para empresas de todos os tamanhos. Deve ser um ambiente de implementação separado, com usuários virtuais e recursos transacionais semelhantes ao sistema de produção em todos os aspectos.

Colaboração

Um Sandbox deve ser propício para um ambiente colaborativo que forneça aos desenvolvedores as ferramentas necessárias para criar e compartilhar códigos. Isso pode ser feito através do desenvolvimento de um fórum para discutir tópicos relevantes ou possibilitar encontros digitais para superar restrições regionais. Os recursos podem ser demonstrados por meio de serviços de tutoria para permitir que os desenvolvedores criem uma solução verdadeiramente personalizada.

 

Jair Lemes assina a coluna Capital Inteligente, no Inova360, parceiro do R7. É especialista em investimentos e finanças, com certificação CFA, está à frente da Brava Capital e é comentarista do programa de TV Inova360.

https://www.linkedin.com/in/jairlemes

jair@bravacapital.com

https://bravacapital.com/produtos/