Samsung anuncia família de smartphones Galaxy M no Brasil


Aparelhos foram lançados na Índia no início deste ano e trazem características topo de linha aos celulares mais baratos. Galaxy M10, M20 e M30
Thiago Lavado/G1
A Samsung anunciou nesta quarta-feira (24) a chegada da linha Galaxy M ao Brasil. O objetivo dessa família de aparelhos é oferecer características dos modelos topo de linha a preços mais acessíveis. A empresa já faz isso também em outros modelos, como os Galaxy A, que tem câmera quadrupla.
As vendas serão somente pela internet. Segundo a Samsung, 20% dos smartphones são comprados no e-commerce no Brasil.
Os preços sugeridos são:
M10: R$ 899
M20: R$ 1.199
M30: R$ 1.499
Por aqui, os Galaxy M chegam em três modelos: M30, M20 e M10. Os modelos tem display “infinito”, com uma espécie de gota para acomodar a câmera frontal. A câmera principal tem 13mp e a de trás tem 5mp. As telas variam entre 6,22″ e 6,4″ e os aparelhos têm processadores Exynos, de fabricação da própria Samsung. Os celulares também têm bateria grande, de 3.400 5.000 mAh, dependendo do modelo. Todos chegam nas cores azul e preta.
Renato Citrini, gerente de marketing de produto da Samsung, apresenta a nova linha Galaxy M
Thiago Lavado/G1
Lançamento na Índia
Os aparelhos foram anunciados na Índia em janeiro deste ano, como parte da ofensiva da Samsung para brigar no mercado de lá de smartphones. O anúncio acontece aqui alguns meses após a volta da chinesa Xiaomi e alguns dias antes do retorno da Huawei, também chinesa.
As duas empresas cresceram muito no mercado de smartphones e a Huawei até já anunciou que planeja ser líder do setor.
Huawei tenta voltar ao mercado de smartphones no Brasil
Samsung lança Galaxy S10 no país
Segundo dados da empresa de análises Counterpoint, especializada em dado sobre países da Ásia, a companhia sul-coreana havia perdido o posto de líder de vendas na Índias para a chinesa Xiaomi no terceiro trimestre de 2018. No período, a Xiaomi foi responsável por 27% das vendas na Índia, enquanto que a margem da Samsung foi de 22%.
Na Índia, os preços dos aparelhos saem entre 9 mil (o mais básico M10) e 18 mil rúpias (o mais completo M30), o que aqui no Brasil ficaria entre em R$ 500 e R$ 1.100.