Robô escalador da Nasa passa por testes antes de missões espaciais

As sondas projetadas pela Nasa conseguem percorrer trajetos em terreno planos e até superar crateras de pouca profundidade, mas escalar era algo um pouco mais complicado. Esse foi o desafio encarado pelos engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato

O robô de quatro pernas chamado LEMUR foi testado no começo deste ano em um local que simula um ambiente espacial

Vale da Morte, na Califórnia, nos EUA, foi o local escolhido pela equipe que desenvolveu o projeto para colocar o equipamento diante de obstáculos reais

Cada uma das pernas conta com 16 garra, semelhantes aos dedos da mão, que conseguem se prender às paredes de rocha

Para garantir a fixação em locais tão inclinados, microgachos equipam as extremidades para conseguir subir montanhas e encostas

O robô LEMUR foi pensado inicialmente para auxiliar na manutenção da Estação Espacial Internacional, as os planos agora são enviar para viagens espaciais bem mais distantes

Acredita-se que será possível explorar e coletar novos dados com um equipamento capaz de superar grandes obstáculos

A tecnologia de Inteligência Artificial é o recursos principal para que a locomoção seja feita de maneira segura

Quando estiver explorando outros planetas, o Lemur conseguirá calcular os riscos e traçar as melhores rotas