Revogado contrato do sistema de estacionamento rotativo em Guarapari

Foto: Divulgação/ Arquivo

Folha Vitória

Folha Vitória
Folha Vitória

O sistema rotativo foi suspenso no início de 2018. 

O Diário Oficial dos Municípios do Espírito Santo, na data de ontem (20), publicou a rescisão unilateral do contrato de concessão pública nº 043/2015 da empresa VGN – Vista Group Network Sistemas e Empreendimentos Ltda, conforme processo administrativo n.º 19050/2018.

De acordo com a decisão, a revogação da concessão destinada à exploração do serviço público de estacionamento rotativo de veículos, controlado por meio de equipamentos eletrônicos e informatizado nas vias de Guarapari, se deu por razão do interesse público, de alta relevância e amplo conhecimento, justificados e determinados pelo contratante.

Em outubro, a prefeitura de Guarapari já havia notificado a empresa concessionária do sistema rotativo a se manifestar sobre o processo administrativo que constava sobre eles.

Em tempo

Em abril, o serviço de vagas do rotativo foi suspenso na cidade. O judiciário acatou as denúncias feitas por meio de Ação Civil Pública e a empresa VGN ficou impedida desde então de realizar o serviço de cobrança por vagas.

A decisão tem como base uma série de irregularidades apontadas pelo vereador Marcos Grijó ao juiz Gustavo Marçal de Silva e Silva, da Vara da Fazenda Pública que determinou a suspensão do serviço e do contrato feito com a Prefeitura Municipal de Guarapari. Entre as irregularidades estão à falha na prestação do serviço, descumprimento de diversas cláusulas contratuais, atuação de maneira irregular e até mesmo ilegal e o não repasse do montante arrecadado para os cofres públicos.