Representantes religiosos, atores, palhaços e bonecos participam de blitz educativa na MG-353 em Juiz de Fora 


PMR informou que iniciativa é pioneira em Minas Gerais e pretende diminuir a violência no trânsito. Blitz educativa em Juiz de Fora conscientiza motoristas que trafegam na MG-353
Reprodução/TV Integração
Feriado chegando e muita gente aproveita para viajar. E nas estradas, o que se vê sempre é a intensificação de equipes policiais para fiscalizar e conscientizar os motoristas. Mas nesta Semana Santa, a Polícia Militar Rodoviária (PMR) conta com um reforço especial de representantes religiosos, atores, palhaços e bonecos para dar um colorido a mais na ação. Todos estiveram reunidos na MG-353 em Juiz de Fora, nesta quarta-feira (28), para dar início à Operação.
Esta é a primeira vez que uma blitz ecumênica é realizada, sendo um projeto pioneiro em Minas Gerais que pretende diminuir a violência no trânsito. “Hoje nós estamos orientando, pedido bastante disciplina e respeito e cumprimento às regras de trânsito”, explica o tenente Júlio César Almeida
Ao passarem pelo posto policial, os motoristas se depararam com um “anjo” com uma pomba nas mãos simbolizando “paz no trânsito”. Também no local, atores de um grupo de teatro que encenam a peça “A Paixão de Cristo” estavam caracterizados com os personagens. Além disso, foram oferecidos serviços de saúde, como aferição de pressão e medição de glicemia.
Os representantes religiosos abençoavam os veículos. Eles aprovaram a iniciativa e disseram que todo movimento em benefício da vida deve ser apoiado. “Essa conscientização para os motoristas é de suma importância, porque a vida tem que ser preservada a todo custo. É o bem maior que nós recebemos de Deus”, disse o pastor Charles Marsal. Mesma opinião é compartilhada pelo padre Antônio Gaio. “Deus disse: eu vim para que todos tenham vida e vivam em plenitude”.
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também esteve presente para esclarecer dúvidas sobre o código de defesa do consumidor. “Nós vamos falar sobre os produtos de páscoa, prazos de troca, preços e quantidade de produtos que não pode ser limitada”, informou a presidente da Comissão Direito Consumidor, Ana Cristina Brado.
Blitz educativa e ecumênica surpreende motoristas na MG-353 em Juiz de Fora

Powered by WPeMatico