Rashid reflete sobre efeitos de disco lançado há dez anos em documentário focado no EP ‘Hora de acordar’


Cartaz do documentário ‘Hora de acordar’, de Rashid
Divulgação
♪ Embora esteja em cena desde 2006, ano em que fundou com Projota e MC Artigo o grupo Strondu, o rapper Rashid começou a ser notado com mais atenção no universo do hip hop ao lançar, em 2010, o EP Hora de acordar.
Com nove faixas, o disco reuniu convidados então ascendentes nesse universo como Rael (ainda conhecido com Rael da Rima), Fióti, MC Marechal e o próprio Projota. Laudz (futura metade do duo Tropkillaz) e Nave deram forma a alguns beats de Hora de acordar.
Decorridos dez anos, Rashid – nome artístico do cantor e compositor paulistano Michel Dias Costa – revista os efeitos benéficos do EP na trajetória do rapper em documentário programado para ser lançado na próxima segunda-feira, 28 de dezembro, no canal oficial do artista no YouTube.
A narrativa do vídeo Hora de acordar – Documentário especial de 10 anos expõe reflexões de Rashid sobre o momento em que o artista tinha então 22 anos e estava em processo de consolidação de carreira que, ao longo da última década, gerou outros dois EPs e quatro álbuns, sendo que o último álbum do rapper, Tão real, foi lançado em janeiro deste ano de 2020.
Capa de ‘Hora de acordar’, EP lançado por Rashid em 2010
Reprodução