Rancho Neverland, de Michael Jackson, é vendido por US$ 22 milhões


Bilionário americano comprou imóvel por preço consideravelmente reduzido, já que espaço foi colocado à venda inicialmente por US$ 100 milhões em 2015. Foto de arquivo de 2004 mostra fachada do Rancho Neverland, de Michael Jackson; local foi vendido por US$ 22 milhões
AP Foto/Mark J. Terrill, archivo
O imóvel que foi o rancho Neverland de Michael Jackson, na Califórnia, foi vendido para o bilionário americano Ron Burkle, por um preço consideravelmente reduzido de US$ 22 milhões, cerca de R$ 114 milhões.
O falecido rei do pop transformou a gigantesca mansão em um refúgio de conto de fadas, com direito a roda gigante e um zoológico, e escreveu no local alguns de seus principais sucessos.
Mas Neverland também foi um local infame, para o qual Jackson convidava crianças para visitá-lo e passar a noite, e cenário de supostos abusos sexuais de menores, segundo acusações apresentadas contra o astro.
Após a morte de Jackson em 2009, o imóvel foi rebatizado como Sycamore Valley Ranch.
Burkle, um empresário de Montana com investimentos que vão de supermercados até a indústria do entretenimento, comprou o rancho como “uma oportunidade ‘land banking'”, afirmou seu porta-voz à AFP, em referência à aquisição de terras para investimento a longo prazo.
O preço de US$ 22 milhões de dólares informado pelo Wall Street Journal e confirmado à AFP como aproximado com uma fonte a par do acordo, significaria uma redução considerável do preço inicial do rancho, colocado à venda por US$ 100 milhões de dólares em 2015.
Foto de 2001 mostra vista aérea do rancho Neverland, propriedade que pertencia a Michael Jackson
Jason Kirk / Getty Images North America/AFP
VÍDEOS: Semana Pop explica temas do entretenimento