Quem é Mia Khalifa, ex-atriz pornô citada na CPI que ‘se ofereceu’ para ajudar o Brasil


A libanesa respondeu a um tuíte do senador Randolfe Rodrigues, que disse que o governo Bolsonaro negociou vacinas com uma empresa de produtos eróticos: ‘Estou a caminho’. Mia Khalifa: quem é a ex-atriz pornô citada em brincadeiras sobre a CPI da Covid
A ex-atriz pornô libanesa Mia Khalifa, de 28 anos, foi um dos assuntos que dominaram as redes sociais no Brasil nos últimos dias.
Com quase 25 milhões de seguidores no Instagram, ela causou um furor ao responder o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) dizendo que está “a caminho” para depor na CPI da Covid.
Ex-atriz pornô Mia Khalifa responde Randolfe após referência na CPI da Covid: ‘Estou a caminho’
Randolfe tinha dito que, em vez de negociar com o Butantan, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello negociou vacinas da CoronaVac com uma empresa de produtos eróticos.
‘Vocês estão em crise… Estou a caminho’, disse Khalifa em resposta a senador brasileiro
BBC
Num tuíte, ele disse: “Corre aqui @miakhalifa! Acho que estavam te usando de cortina de fumaça!”
Initial plugin text
A atriz respondeu com a seguinte mensagem: “Vocês estão em crise… Estou a caminho”. A mensagem já tinha recebido mais de 53 mil curtidas até a tarde desta segunda-feira (19).
Mas, afinal, quem é Mia Khalifa?
Ameaças do Estado Islâmico
A atriz atuou em filmes pornô até o fim de 2014 e ganhou fama mundial após aparecer em um vídeo usando um hijab (véu usado por algumas mulheres muçulmanas para cobrir a cabeça).
A cena pornográfica causou polêmica, mas Mia chegou a receber ameaças do grupo extremista Estado Islâmico (IS).
Mia contou em 2019 à BBC como entrou para a indústria da pornografia.
“Foi algo como: “Você é linda, gostaria de fazer uns trabalhos como modelo? Bem, é que você tem um corpo lindo. Mais tarde, quando fui ao estúdio, encontrei um lugar muito respeitável, magnífico, em Miami, na Flórida. Era limpo. Todo mundo que trabalhava lá era simpático. Todos os quartos eram decorados com fotos de família. Como se não fosse nada duvidoso ou que me deixasse desconfortável”, disse.
Apesar de sentir medo, Mia conta com humor como reagiu à ameaça do grupo extremista Estado Islâmico.
“Foi assustador. Mas usei o humor como mecanismo de defesa. A minha resposta foi: ‘Tudo bem, desde que você não corte meus peitos… Eles custaram muito dinheiro'”, afirmou a atriz.
Mia Khalifa gerou polêmica entre muçulmanos por vídeo pornográfico em que aparecia com véu islâmico
Getty Images/BBC
Mia contou que o passado como atriz pornô deixou marcas em sua imagem e diz que se sente desconfortável ao sair na rua.
“Sinto como se as pessoas pudessem ver através da minha roupa e me sinto profundamente envergonhada. Tenho a sensação de que perdi direito a toda a minha privacidade. E perdi, porque estou a um clique de distância no Google.”