Quatro são presos por furtar armas de delegacia de Nova Russas; material não foi recuperado

Polícia não divulgou o número de armas furtadas nem o modelo dos armamentos.  Quatro homens foram presos suspeitos de envolvimento no furto de armas de dentro da Delegacia de Nova Russas, no Ceará. De acordo com a Secretaria de Segurança, o crime e as prisões ocorreram no domingo (18); dois suspeitos eram vigias do local. A polícia não divulgou o número de armas furtadas nem o modelo dos armamentos.
Segundo a secretaria, o armamento furtado ainda não foi recuperado e um quinto envolvido, responsável por entrar no prédio e levar o material, ainda não foi preso. Os suspeitos receberiam R$ 40 mil pelo crime, informou a polícia.
De acordo com o delegado de Nova Russas, Bruno Rocha, o furto ocorreu no horário de almoço de um dos vigias envolvido no crime. O funcionário é suspeito de passar fotos e informações sobre o percurso dentro da unidade até o arsenal.
Um outro suspeito era encarregado de ser o motorista, e o terceiro ficou responsável por ceder morada ao quinto infrator, ainda não capturado, além de passar informações sobre a rotina da delegacia. O quarto envolvido também era vigia do prédio policial e foi o autor da ideia. Segundo a polícia, ele pretendia incriminar outro funcionário com o plano.
A secretaria afirma que foi o homem foragido que entrou na delegacia e seguiu até a sala da inspetoria, onde estavam as armas
Os homens não tinham antecedentes criminais e foram autuados em flagrante pelo crime de furto qualificado, arrombamento ou destruição de obstáculo e pelo concurso de pessoas.

Powered by WPeMatico