Professores estaduais em greve realizam ato de protesto na BR-364 em Ariquemes


Manifestantes tentaram bloquear rodovia nesta quarta (14), mas foram impedidos pela PRF. Categoria pedia respeito na valorização salarial; greve iniciou em 21 de fevereiro. Pneus foram incendiados na margem da pista, provocando congestionamento na via
Rede Amazônica/G1
Vários professores estaduais de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, realizaram um ato de protesto na manhã desta quarta-feira (14) no Km 513, da BR-364. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local, auxiliou no tráfego dos veículos e impediu que os manifestantes bloqueassem a rodovia. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero), a principal reivindicação da categoria é a valorização salarial dos professores.
De acordo com a PRF, os manifestantes tentaram bloquear a rodovia, mas receberam a determinação de não obstruírem o trânsito. Pneus foram incendiados na margem da pista, o que causou um congestionamento, mas o fluxo de veículos foi normalizado momentos depois.
Com a presença de faixas, os professoram pediam por respeito às reivindicações da categoria
Rede Amazônica/Reprodução
Com a presença de faixas, os professoram pediam por respeito às reivindicações da categoria, que até agora não foram avaliadas pelo Governo Estadual. Desde o dia 21 de fevereiro, professores da rede estadual de ensino deflagraram o movimento grevista no estado.
De acordo com a Coordenadoria Regional de Educação (CRE) de Ariquemes, 20 escolas aderiram à greve no Vale do Jamari. Deste total, 11 são em Ariquemes, onde duas instituições de ensino chegaram a paralisar totalmente as atividades. Atualmente, apenas uma continua paralisada e outra está com as atividades funcionando parcialmente. As demais estão com as aulas normais.
Professores estaduais em greve realizam ato de protesto na BR-364 em Ariquemes, RO
Rede Amazônica/Reprodução

Powered by WPeMatico