Preto e branco ou colorido? A explicação da ciência para imagem que viralizou

A cor do quadriculado é como se estivesse se espalhada sobre o resto da imagem, que não tem cor

A cor do quadriculado é como se estivesse se espalhada sobre o resto da imagem, que não tem cor
MANUEL SCHMALSTEIG Y OYVIND KOLAS

Mais uma vez, uma nova imagem desconcertante de uma ilusão de ótica viralizou na internet.

O desenvolvedor de software e artista visual Oyvind Kolas criou uma série de imagens que nos fazem perceber uma fotografia em preto e branco como sendo colorida. Mas como?

O truque consiste em sobrepor, à imagem original preto e branco, uma espécie de malha de linhas geométricas específicas (nem todas funcionam) que possuam certas cores e que, de alguma forma, acabam “estendendo” sua pigmentação por toda a imagem.

Kolas chama isso de “ilusão da grade por assimilação de cor” e explica isso em uma entrada em seu perfil do Patreon, uma plataforma digital de crowdfunding bastante popular entre criadores e artistas digitais.

Ao desenhar linhas de pontos, o resultado é menos eficaz e você pode ver o preto e branco da imagem abaixo

Ao desenhar linhas de pontos, o resultado é menos eficaz e você pode ver o preto e branco da imagem abaixo
MANUEL SCHMALSTEIG Y OYVIND KOLAS

“Uma grade de cores supersaturada sobreposta em uma imagem em tons de cinza faz com que as células em escala de cinza sejam percebidas como se tivessem cor.” Ou seja, um pouco de cor se estende a toda a imagem.

Para conseguir o mesmo efeito usando linhas, o espaço entre elas deve ser menor que o do quadriculado

Para conseguir o mesmo efeito usando linhas, o espaço entre elas deve ser menor que o do quadriculado
MANUEL SCHMALSTEIG Y OYVIND KOLAS

Kolas também testou a sobreposição de outras formas geométricas, como bolinhas e linhas, à fotografia original. O resultado é menos impressionante, mas você também pode perceber a ilusão de que a foto inteira é colorida…

Explicação científica

Mas esse efeito visual não é nada surpreendente, dizem os cientistas.

“As grades se misturam com o fundo sem cor e fazem com que toda a imagem tome a cor das linhas pela maneira como os humanos decodificam as cores”, disse o professor Bart Anderson, da Universidade de Sydney à publicação Science Alert.

Bart explica que os campos receptivos pelos quais codificamos as cores são muito grandes e que, se não paramos para examinar os objetos de perto, nosso cérebro comprime a informação visual tomando uma parte pelo todo. Nesse caso, ele primeiro decodifica a cor das linhas, pontos e grades porque eles estão sobrepostos e, em seguida, espalha-os pelo restante da imagem.

Mas o que você vê se você olhar mais de perto? Você consegue ver a mesma imagem em preto e branco e colorido dependendo do tempo que você as observa?