Presos suspeitos de atacar um posto da PRF no Maranhão


Criminosos também fizeram um policial militar de refém. Com os suspeitos a polícia apreendeu uma grande quantidade de armas e munição. Suspeitos de atacar posto da PRF em Açailândia são presos no MA
Até o momento cinco suspeitos dos ataques a uma guarnição da polícia militar e a um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram presos na madrugada deste domingo (25). Os ataques aconteceram na madrugada de sexta feira (23), na cidade de Açailândia, a 600 Km de São Luís.
Policiais rodoviários e militares fizeram uma força tarefa e cercaram a região para prender os bandidos. Algumas horas depois foi preso um homem identificado como Paulo André. Ele disse que participou da ação contra o posto da PRF e contou detalhes de como a quadrilha agiu.
Paulo André é suspeito de ter participado de uma ação contra um posto da PRF em Açailândia
Reprodução/TV Mirante
Segundo a Polícia, os criminosos estavam tentando sair do maranhão escondidos numa carreta. Com a primeira prisão a polícia descobriu que a quadrilha era formada por seis pessoas e que os bandidos eram oriundos de Goiás. Eles tinha ido ao Maranhão para furtar armas e munição.
No fim da noite de domingo, uma nova informação ajudou a polícia a prender o restante do bando, dentre eles um caminhoneiro que dava fuga aos bandidos, segundo a Polícia. Eles foram indentificados como João Martins de Oliveira; Pedro Evangelista de Morais; Kenedy Gonçalves de Morais; Francisco Sousa Barbosa Junior; e Fernandes Martins de oliveira.
Polícia efetuou novas prisões neste domingo durante investigações dos suspeitos do ataque ao posto da PRF
Reprodução/TV Mirante
“Ainda teria mais uma pessoa para ser presa. A polícia militar e rodoviária federal ainda estão em operação com o intuito de prender mais essa pessoa que se envolveu nessa ação criminosa contra a PM e a PRF”, declarou o policial rodoviário rederal, Igor Egídio.
Com os suspeitos a polícia apreendeu uma grande quantidade de armas e munição. Os suspeitos foram transferidos apara a sede da Polícia Federal, em Imperatriz.
Entenda o caso
Seis bandidos fortemente armados atacaram na noite dessa sexta-feira (23), a Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizada na BR-222 no município de Acailândia, a 600 km de São Luís. Segundo a polícia, os criminosos chegaram ao local usando um policial militar como refém.
Criminosos atacaram a unidade operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Açailândia (MA).
Divulgação/Polícia Rodoviária Federal
Os bandidos invadiram uma guarnição da polícia militar em Açailândia a procura de armas e munição para praticar assaltos a bancos e caixas eletrônicos. Na fuga a quadrilha fez um policial militar refém e fez disparos contra o posto da PRF.
De acordo com a polícia, minutos antes de realizarem o ataque à unidade da PRF, o grupo criminoso invadiu uma base da Polícia Militar, localizada na BR-222, em Açailândia, e levaram de refém um PM que estava de plantão em uma viatura da própria polícia. Em seguida, o grupo seguiu em direção à unidade operacional da PRF, onde realizaram o segundo ataque.
Os criminosos chegaram à unidade operacional da PRF atirando e usando o policial militar como escudo. Após troca de tiros, os bandidos conseguiram entrar na unidade da PRF e depois fugiram levando o refém na viatura da PM, em direção ao município de Buriticupu.
Em seguida, assaltaram outro veículo de cor branca, estouraram os pneus da viatura da PM e a abandonaram na estrada. Após alguns quilômetros em fuga, os criminosos abandonaram o veículo branco e o refém, que ficou preso dentro do carro. Após algumas horas de busca, o PM foi encontrado e liberado.

Powered by WPeMatico