Prefeito de Nova York quer vacinar turistas contra a Covid-19 em pontos conhecidos da cidade


Medida precisaria de autorização do governo estadual, que não se pronunciou. Regras de entrada nos EUA continuam restritas por causa da pandemia. O Central Park, em Nova York, visto de cima
Jermaine Ee/Unsplash
O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse nesta quinta-feira (6) que pretende montar postos móveis de vacinação contra o coronavírus em pontos turísticos da maior cidade dos Estados Unidos. E anunciou também que, se houver aprovação do governo estadual, pode aplicar a vacina em turistas.
Initial plugin text
De acordo com a agência Associated Press, esses postos seriam montados em vans e levados a pontos como a Times Square, o Central Park e o parque próximo à Ponte do Brooklyn. O Departamento de Saúde do Estado de Nova York, que teria que autorizar essa aplicação em turistas, ainda não se pronunciou.
“É uma demonstração de boa vontade. São boas vindas”, disse de Blasio.
O presidente dos EUA, Joe Biden, disse nesta semana que pretende chegar à marca de 70% da população adulta americana vacinada com ao menos uma dose até o feriado de 4 de julho, Dia da Independência.
Posto de vacinação móvel no bairro do Brooklyn, em Nova York (EUA), em foto de 29 de março de 2021
Kathy Willens, Arquivo/AP Photo
Viagens aos EUA
Não há restrições de viagens entre as diferentes cidades dos Estados Unidos, mas o país ainda adota restrições rígidas para viajantes provenientes de países onde a pandemia está em situação mais grave como o Brasil. China, Irã, Reino Unido, Irlanda, África do Sul, Índia e países do território Schengen na Europa — isto é, onde há livre circulação entre as fronteiras no continente europeu — também estão nessa lista.
Ainda não existe uma previsão sobre quando os EUA vão reabrir totalmente as fronteiras para turistas. Há possibilidade de um acordo com a União Europeia para permitir a entrada de cidadãos americanos em países do bloco desde que estejam vacinados com imunizantes aprovados pelo órgão sanitário europeu.