Preços de ovos de Páscoa podem variar até 99% em Formiga, segundo Procon

Pesquisa foi realizada em seis estabelecimentos da cidade. Levantamento avaliou ainda os valores de caixas de bombom e outros chocolates. Um levantamento realizado pelo Procon de Formiga apontou que a diferença entre os preços de ovos de Páscoa pode chegar a 99,6% de um estabelecimento para outro. Foram visitados seis comércios nos dias 21 e 22 de março.
De acordo com a coordenadora do órgão, Iara Faria, a pesquisa tem como objetivo auxiliar os consumidores na compra desses produtos, que são bastante procurados nessa época do ano. As variações de preços constatadas referem-se ao período em que foi realizada a coleta de preços. Portanto, os valores praticados atualmente podem ser diferentes e estão sujeitos à alteração conforme a data da compra, inclusive, por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções.
Um ovo de Páscoa, da mesma marca, pesando 183 gramas foi o que apresentou maior variação (99,6%). O mais barato custa R$19,90 e o mais caro R$39,90. O preço dos ovos, de um modo geral, variaram de R$ 19,99 a R$ 92,90. A variação nas caixas de bombons é de 38,1%. Os preços vão de R$7,99 a R$ 11,99. Os outros itens como coelhinhos de chocolate tiveram a menor variação (0,3%).
“É necessário observar o custo-benefício do deslocamento em relação aos estabelecimentos comerciais que apresentam produtos mais baratos. Lembrando que é permitido aos comerciantes a diferenciação de preços para compras à vista e a prazo, sejam elas feitas em dinheiro ou através de cartão de crédito, cheque e outros. Além disso, a nota fiscal deve ser sempre exigida pelos consumidores no ato da compra”, ressaltou a coordenadora do Procon.
O Procon alerta os consumidores para que observem o preço e a qualidade dos produtos a serem adquiridos. Eles devem sempre avaliar a relação preço e qualidade ao fazerem suas pesquisas. Além disso, não devem se esquecer das informações que estão nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação. Outra dica valiosa é observar se os brinquedos/brindes que acompanham os ovos/chocolates possuem selo de certificação de qualidade e indicação de idade da criança para uso.
Os consumidores que se sentirem lesados ou necessitarem de algum esclarecimento devem comparecer ao Procon, que está situado no Terminal Rodoviário, sala 02, no Centro. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 11h30 e de 12h30 às 17 horas. O telefone de contato é o (37) 3329-1830.

Powered by WPeMatico