Preço da saca de milho fecha primeira quinzena de abril com queda de 6,83% em MS


Os preços no mercado interno têm refletido a pressão do cenário externo baixista somado aos elevados estoques internos e a boa evolução das lavouras de inverno.
Em 15 dias, preço da saca domilho ciu 6,82% em MS
Reprodução/TV Morena
O preço médio da saca de milho fechou a primeira quinzena de abril com redução de 6,83% em Mato Grosso do Sul. Oscilou de R$ 28,44, no dia 1º para R$ 26,50, no dia 15, conforme dados de boletins Casa Rural, do Sistema Famasul.
Segundo os técnicos da Famasul, os preços no mercado interno têm refletido a pressão do cenário externo baixista somado aos elevados estoques internos e a boa evolução das lavouras de inverno. No comparativo com abril do ano passado houve retração de 12,07%, quando o cereal era cotado, em média, a R$ 32 a saca.
Mato Grosso do Sul comercializou até 15 de abril 35,1% da segunda safra de milho, uma diferença de 18 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ciclo anterior, quando a venda antecipada era de 16,17%.
Para a safra de inverno, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima um incremento neste ciclo frente ao anterior, de 6,4% de área – de 1,720 milhão de hectares para 1,830 milhão de hectares; de 38,5% na produtividade – 61,41 sacas por hectare para 85,06 sacas por hectare e de 47,4% no volume de produção de 6,338 milhões de toneladas para 9,340 milhões de toneladas.