Policia prende suspeito de envolvimento na morte de sargento em Uberaba


Jovem, de 21 anos, foi encontrado no Bairro Vila Arquelau nesta segunda-feira (26). Gilmar de Oliveira morreu após ser baleado por ladrões na BR-050. Suspeito de envolvimento na morte de sargento em Uberaba foi preso no Bairro Vila Arquelau
Um jovem de 21 anos foi preso nesta segunda-feira (26) suspeito de envolvimento no assassinato do sargento Gilmar de Oliveira, em Uberaba. Em entrevista coletiva, o comandante da 5ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Lupércio Peres, e o delegado-chefe do 5º Departamento de Polícia Civil, Heli Andrade, contaram que o rapaz estava com uma arma no Bairro Vila Arquelau.
“Ele tem ligação direta com demais integrantes que já foram identificados como os responsáveis pela morte do sargento Gilmar. Tem vários crimes que ligam ele ao assassinato. Temos outros suspeitos em investigação em parceria com a Polícia Civil”, explicou o coronel.
Ainda de acordo com o comandante, o jovem, que reside no Bairro Jardim Alvorada, tem várias passagens por roubo, receptação, corrupção de menores e uso de drogas. Outros dois suspeitos morreram em troca de tiros na semana passada.
Gilmar de Oliveira foi enterrado no Cemitério São João Batista
Sérgio Teixeira/Assessoria da Polícia Militar
Morte do policial
Gilmar morreu após ser baleado por ladrões no km 183 da rodovia, nas proximidades do Bairro Jardim Alvorada, no último dia 21 de março. Ele estava voltando de Barretos (SP), onde fazia um tratamento para curar um câncer.
O sargento e um colega, que também é policial, seguiam de carro pela rodovia quando os pneus do veículo furaram por causa de objetos cortantes na pista. Ao descerem do carro no acostamento, os militares foram surpreendidos por ladrões que saíram de um matagal às margens da pista e anunciaram o assalto.
Em seguida o militar foi atingido com um tiro na cabeça. O cabo não se feriu. Os criminosos fugiram rapidamente, levando uma arma do sargento.
Luta contra o câncer
Em 2016, o MGTV exibiu uma reportagem contando que uma campanha foi criada nas redes sociais para ajudar no tratamento do sargento Gilmar, que tinha Mieloma múltiplo, um tipo de câncer de medula. A doença foi descoberta em 2012, num estágio avançado.

Powered by WPeMatico