Polícia Civil apresenta suspeitos de matar de taxista em Juiz de Fora  


Crime ocorreu no Bairro Santo Antônio em julho de 2017. Delegado afirma que ordem para matar partiu de dentro da cadeia. Suspeitos apresentados em Juiz de Fora
Polícia Civil/Divulgação
A Polícia Civil apresentou na manhã desta quinta-feira (22), dois suspeitos de envolvimento no assassinato de um taxista de 23 anos, em Juiz de Fora. O crime ocorreu no dia 27 de julho de 2017, no Bairro Santo Antônio.
De acordo com o delegado Rodrigo Rolli, responsável pela Delegacia Especializada de Homicídios, a ordem para matar o jovem partiu de dentro da Penitenciária Ariosvaldo Campos Pires, por um detento de 32 anos. O executor do crime tem 18 anos.
“Através de depoimentos de testemunhas veladas nós conseguimos identificar e comprovar a autoria tanto do executor quanto do mandante, bem como a motivação do crime, que é passional”, revelou.
As investigações estão previstas para serem concluídas nos próximos dias e o inquérito será remetido à Justiça.
O suspeito de ser o mandante do crime segue na Penitenciária Ariosvaldo Campos Pires, onde já cumpre pena de 52 anos de prisão por diversos crimes, entre assassinatos, roubos e tráfico de drogas.
O jovem suspeito de executar o crime está preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), em Juiz de Fora, à disposição da Justiça.
Polícia Civil prende suspeitos de assassinar taxista em Juiz de Fora

Powered by WPeMatico