Petrobras abre programa de demissão voluntária


Expectativa é 4,3 mil funcionários participem do PDV. Economia poderá chegar a R$ 4,1 bilhões para o período de 2019 a 2023. A Petrobras informou na noite desta quarta-feira (24) a abertura de um novo Programa de Demissão Voluntário (PDV). A medida será voltada para os funcionários que estejam aposentados até junho do ano que vem, quando as inscrições serão encerradas.
De acordo com a companhia, a estimativa é que aproximadamente 4,3 mil empregados participem do PDV. O custo previsto com o programa é de R$ 1,1 milhão, e o retorno estimado é de R$ 4,1 bilhões para o período de 2019 a 2023.
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro
Sergio Moraes/Reuters
“O PDV foi elaborado considerando o custo de reposição dos quadros da companhia, a preservação do efetivo necessário à continuidade operacional e a aderência ao Plano de Negócios e Gestão vigente”, informou a companhia.
No fim de fevereiro, a Petrobras já havia sinalizado que estudava a realização de um PDV. Naquele mês, a companhia também informou iria desocupar, até junho, sete andares alugados pela empresa para abrigar a sede administrativa (Edisp) em São Paulo, com o objetivo de economizar mais de R$ 100 milhões, também no período de 2019 a 2023.
Em março, a companhia informou anunciou a intenção de cortar US$ 8,1 bilhões de seus custos operacionais em quatro anos.