PCO lança a candidatura de Mikaelton Carantino a governador do Ceará


Programa de governo do PCO busca aumentar a estatização dos setores de educação e saúde. Candidato José Mikaelton, do PCO
G1/CE
O Partido da Causa Operária (PCO) oficializou, no sábado (4), em Fortaleza, a candidatura de José Mikaelton Carantino Costa ao cargo de governador do Ceará. Para compor a chapa às eleições majoritárias de outubro, foi escolhido o professor Lino Alves de Almeida, também do PCO.
“Nós somos um partido diferente. Acreditamos nas eleições não como um fim, mas como um meio de chegar à revolução. Usamos as eleições para mobilizar a classe trabalhadora”, disse Mikaelton.
Todos os candidatos oficializados a governador do Ceará
Na convenção, que contou com lideranças e militantes do partido, o PCO definiu que não fará coligações com outras legendas.
Propostas
Entre outras propostas, o candidato destacou:
Tornar a educação e a saúde totalmente estatizadas
Promover comitês por bairros contra a violência
Trajetória
José Mikaelton Carantino Costa, de 40 anos, é professor de matemática na rede pública de ensino. Esta é a primeira vez em que Mikaelton se candidata a um cargo político. Ele faz parte da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos lotados nas Secretarias de Educação e de Cultura do Estado do Ceará (Apeoc).