Parrerito apresenta melhora significativa nas últimas 24 horas, diz assessoria do Trio Parada Dura


Cantor tem 67 e anos e é diabético. Diagnosticado com Covid-19, ele está internado em BH desde o dia 29 de agosto. Parrerito, do Trio Parada Dura, em 2017
Érico Andrade/G1
O cantor Parrerito apresentou melhora significativa nas últimas 24 horas, como informou a assessoria do cantor na manhã desta terça-feira (8). Diagnosticado com Covid-19, o músico que integra o Trio Parada Dura está internado em um hospital particular de Belo Horizonte desde o último dia 29.
Parrerito tem 67 anos e é diabético. Segundo a assessoria do trio, não houve alteração nos exames bioquímicos, mas os exames radiológicos apresentam melhora nos pulmões e o de gasometria teve bons resultados.
A sedação continua baixa e a utilização da ventilação mecânica está com parâmetros mínimos de oxigênio, sendo o único suporte intensivo que ele está precisando. “As próximas 24 horas são fundamentais para a tentativa de retirada total do respirador mecânico”, informou a assessoria.
Parrerito está internado em BH com coronavírus
Érico Andrade/G1
Na noite deste sábado (5), ele teve uma instabilidade na pressão arterial e a assessoria definiu o momento como o “mais crítico da doença”. Por conta disso, foi necessário suspender a retirada gradual do respirador que havia sido iniciada. Nesta segunda, a pressão foi estabilizada.
Atualmente, o Trio Parada Dura é formado pelos músicos Parrerito, Creone e Xonadão. A equipe e os familiares pedem que os fãs “continuem em prece e em pensamento positivo” para a recuperação do cantor.
Além de Parrerito, a mulher dele também testou positivo para o coronavírus. De acordo com a assessoria, ela está bem e se recupera em casa. Os outros dois integrantes do Trio Parada Dura fizeram exame, e o resultado foi negativo.
Xonadão agradece fãs
Xonadão agradece orações de fãs do Trio Parada Dura e diz estar confiante na recuperação d
“Eu estou muito confiante porque, desde que o Parrerito foi para o quadro de intubação, ele nunca piorou. Só ficou estável, apresentando melhoras. Se Deus quiser, ele sai dessa”, disse o músico Xonadão ao G1 na manhã desta sexta-feira (4).
Xonadão também agradeceu aos fãs que estão fazendo orações pela saúde de Parrerito.
“Nas redes sociais, está tudo congestionado, todo mundo mandando orações. Várias crianças estão gravando vídeo, cantando e pedindo pela melhora do Parrerito. Também não dá para contar o número de artistas, amigos nossos, que me ligaram”, disse.
O músico conta que a última vez que esteve com o cantor foi em 16 de agosto, quando participaram de uma live do sertanejo Marrone. No último domingo (30), eles se encontrariam novamente para oura live na cidade de Cláudio, no Centro-Oeste do estado. “No sábado à tarde, ele já ligou apavorado, tossindo demais”, afirmou. No mesmo dia, Parrerito foi internado.
Trio Parada Dura
Atual formação do Trio Parada Dura
Trio Parada Dura/Divulgação
Parrerito entrou para o Trio Parada no lugar do irmão Barrerito, que sofreu um acidente aéreo na década de 1980, ficou paraplégico, e decidiu seguir carreira solo.
O fundador do grupo e último representante da formação original, Carlos Alberto Mangabinha Ribeiro, conhecido como Mangabinha, morreu em 2015 depois de ter um acidente vascular cerebral.
O Trio Parada Dura foi criado em 1971 e teve diversas formações ao longo da história. “Fuscão Preto”, “Telefone Mudo” e “As Andorinhas” estão entre as músicas de maior sucesso gravadas pelo grupo.
Parrerito nasceu em São Fidélis (RJ), mas construiu a carreira, com o Trio Parada Dura, em Minas Gerais. Hoje ele mora em Contagem, na Região Metropolitana de BH.