Vídeo mostra tentativa de linchamento após motorista atropelar duas mulheres


Vítimas do acidente em Lençóis Paulista (SP) tiveram ferimentos leves. Pessoas que estavam no local se revoltaram com a suspeita de que o motorista estivesse embriagado. Vídeo mostra tentativa de linchamento de motorista que atropelou duas mulheres
Um atropelamento de duas jovens, na madrugada deste domingo (29), na região central de Lençóis Paulista (SP), terminou em uma tentativa de linchamento. Um vídeo que circula nas redes sociais registrou a confusão logo após o acidente. (Assista acima)
Segundo a Polícia Civil, o motorista, que aparentemente estaria embriagado, atropelou as mulheres enquanto saíam de um teatro. As pessoas que estavam no local se revoltaram e começaram a danificar o veículo do rapaz e a tentar linchá-lo.
As duas vítimas do atropelamento foram socorridas com ferimentos leves e já tiveram alta. O motorista foi detido e encaminhado para a delegacia. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro e o exame clínico.
O homem irá responder em liberdade por lesão corporal e também será investigada a questão da embriaguez ao volante.
Além disso, segundo a polícia, as imagens do vídeo que circula nas redes sociais serão analisadas e as pessoas que danificaram o carro, se identificadas, serão indiciadas por dano e tentativa de linchamento.
Carro ficou bastante danificado após o atropelamento, em Lençóis Paulista
Arquivo pessoal
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília

Brasil é vice-campeão da Copa do Mundo de Futebol Unificado, em Chicago, nos EUA


Alunas da Apae de Itaperuna, Macaé, Rio das Ostras e Nova Friburgo fazem parte da delegação que representou o país na competição da Special Olympics. Alunas da Apae do interior do Rio são vice-campeãs da Copa do Mundo de Futebol Unificado na Special Olympics, em Chicago, nos EUA
Divulgação / Prefeitura de Itaperuna
O Brasil conquistou o segundo lugar na Copa do Mundo de Futebol Unificado na Special Olympics que foi disputada em Chicago, nos Estados Unidos. Sete atletas do interior do Rio de Janeiro fazem parte da seleção brasileira.
De acordo com a Prefeitura de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, três atletas são alunas da Apae da cidade e a delegação é composta ainda por outras meninas de Macaé, Rio das Ostras, Nova Friburgo e outras integrantes do estado do Rio.
Além do segundo lugar, a seleção brasileira também foi premiada nas categorias de melhor organização, melhor equipe unificada, melhores parceiras e espírito esportivo.
“Estamos muito felizes com essa conquista. Podemos perceber a importância da parceria entre alunos e não alunos no esporte, assim como governo e instituição. Isso fortalece qualquer ação”, disse Priscila Verdan, secretária interina de Educação de Itaperuna.
Atletas do interior do Rio conquistam o segundo lugar na Copa do Mundo de Futebol Unificado na Special Olympics, em Chicago, nos EUA
Divulgação / Prefeitura de Itaperuna
A competição foi realizada entre os dias 17 e 23 de julho e comemorou os 50 anos de fundação da Special Olympics, que é uma organização mundial sem fins lucrativos que tem o objetivo de apoiar pessoas com deficiência intelectual a desenvolver autoconfiança, capacidade de relacionamento interpessoal e sentido de realização por meio do esporte.
A Copa do Mundo de Futebol Unificado é disputada por times de sete atletas, sendo quatro delas com algum tipo de deficiência e três parceiras (que não possuem deficiência). A delegação tem 11 atletas, para casos de substituição.
Segundo a Prefeitura de Itaperuna, as despesas com a viagem foram pagas pelas Olimpíadas Especiais com alguns patrocínios de particulares.
Delegação brasileira da Copa do Mundo de Futebol Unificado conta com 11 atletas, sete são do interior do Rio
Divulgação / Prefeitura de Itaperuna
As atletas do interior fluminense são: Maria Victoria de Deus, Daiana Furtado de Araújo e Bruna Karoline Dias, moradoras de Itaperuna, Angélica Moreira, de Macaé, Talice Ferreira, de Nova Friburgo, além de Fernanda Salaroli e Emanuelle Dutra, ambas de Rio das Ostras.
O time também contou com Milena Duarte Barbosa, Thais Gabriella Pages, Amanda Campbel Barbuto e Larissa Teixeira de Resende.
Além desta competição, Angélica, Talice, Fernanda e Emanuelle também já participaram dos Jogos Mundiais de Verão de 2015, em Los Angeles. E o time de Itaperuna foi campeão em 2017 no módulo B da Liga de Futsal Norte-Noroeste Fluminense das Olimpíadas Especiais Brasil.
Delegação brasileira é vice-campeã e recebe outras premiações na 50º Special Olympics, em Chicago, nos EUA
Divulgação / Prefeitura de Itaperuna